Fernando Machado

Blog

Tag herois

Coach x Jean-Michel Basquiat

A Coach apresenta a coleção Coach x Jean-Michel Basquiat com uma campanha estrelada por Jennifer Lopez, Michael B. Jordan, Jeremy Lin e Yang Zi, e a empreendedora de beleza e sobrinha de Basquiat, Jessica Kelly, além de outros membros da extensa família Coach. A coleção, apresentada no desfile de Inverno 2020, em fevereiro, introduziu as obras e valores de Basquiat a uma nova geração, vista pelos os olhos da família – aquelas que nasceram ou a que escolhemos ao longo da vida.

Diana Gordon e Jon Baptiste mostram as novidades da Coach (Fotos: Micaiah Carter)

A campanha foi criada em colaboração com o fotógrafo Micaiah Carter e um coletivo global de criativos, incluindo Paloma Elsesser, Jon Batiste, Kyemah McEntyre, Diana Gordon, e os fotógrafos Fan Xin e Zhang Meng. Ela conta a história de uma família criativa, unida por crenças compartilhadas e com propósito de destacar a expressão ousada de Basquiat, do ativismo pela arte, e do seu desejo de “ser parte de uma família de artistas”. Stuart Vevers, Diretor Criativo da Coach, disse “Basquiat é um dos meus heróis”.

Galo da Madrugada no passo do Cordel

Rômulo e Ana Neri Meneses com o neto Marcelo (Foto: Sheila Wanderley)

Praça Sérgio Loreto, no bairro de São José, surgiu depois de vários aterramentos. Seu traçado original com características do paisagismo inglês – linhas curvas, imitando as linhas da natureza, delineando o lago e os passeios sinuosos, sombreados por grandes árvores e imponentes palmeiras imperiais – foi definido em 1924, e sua instalação realizada pelo prefeito Antonio de Góes, em 1926, em homenagem ao governador.

O presidente do TJPE, desembargador Fernando Cerqueira e Zulene Norberto (Foto: Sheila Wanderley)

Antes, era conhecida como Praça do Muniz, Campina do Bodé e Praça Siqueira Campos. A Praça era considerada o mais belo jardim do Recife: possuía coreto em que bandas de música faziam retretas. Existia a Ilha dos Amores e a calçada do jardim, apelidado de quem-me-quer, de onde os rapazes dirigiam galanteios às moças que ali surgissem. Quem sabe a turma alegre também não batia o ponto por lá.

Sheila Wanderley com um dos arranjos mais bonitos do camarote e João Alberto (Foto: Instagram)

Sérgio Loreto é contornada pela Rua Imperial e pela Avenida Sul. No seu logradouro, foi inaugurado em 1975, um monumento em concreto armado polido em homenagem aos heróis da Restauração Pernambucana, by o escultor Abelardo da Hora. Com o tempo a praça foi esquecida pelo governo municipal e a população em geral não mais a visitava. Após muitas reclamações, o governo municipal realizou algumas intervenções necessárias para revitalizá-la.

O desembargador Fausto Campos e Amanda (Foto: Sheila Wanderley)

A partir de 2009 o Clube de Máscaras Galo da Madrugada, que possui um galpão nos seus arredores decidiu adota-la. Neste local foi fincado o Camarote do Galo da Madrugada, com 1.200 m². O tema deste ano foi O Galo Gigante – No Passo do Cordel. O cordelista J. Borges estava lá. O camarote foi decorado por Romildo Alves. Cerca de dois mil e 200 convidados assistiram a passagem do Galo.

Lelé Carvalho e Andre Valença à Van Gogh (Foto: Sheila Wanderley)

O bufê maravilhoso foi grifado pelo La Cuisine de Sophia Lins. Quem chegou cedo teve direito a um café da manhã com sanduíches, cachorros quentes e vários tipos de bolos. Depois das 11h foram servidas massas, salada italiana com penne, ravióli de queijos nobres. Não esquecer os hambúrgueres da Dom Black que fizeram muito sucesso.

Antônio Lavareda e Caçyone Gomes (Foto: Sheila Wanderley)

Não Podemos Esquecê-los (Final)

Em Memória dos que foram assassinados pelo Brasil Livre do Comunismo lembramos, hoje, aqueles de 1973: o comerciante Manoel Henrique de Oliveira, o civil Pedro Américo Mota Garcia, o delegado de Policia Octávio Gonçalves Moreira Júnior, o capataz Pedro Mineiro e o soldado do Exercito Francisco Valdir de Paula. Em 1974 foi assassinado o soldado da PMSP Geraldo José Nogueira.

Concluo estas reportagens que foi iniciada em 18 de abril de 2018. Essa relação eu pincei de Marcelo Torreão de Garanhuns que pescou da obra Golpe de 1964 — O que os livros de história não contaram, de Itamar Flávio da Silveira e Suelem Carvalho, Ed. Peixoto Neto, 2016. Por que a Comissão da Verdade não incluiu estes heróis?

Os heróis da Robótica

O ensino público recifense foi coroado com a grande vitória destes três heróis. Não podia ser de outra forma. Os estudantes da rede municipal de ensino do Recife que ganharam a Olimpíada Brasileira de Robótica chegaram ao Recife em clima de muita festa e emoção. Maryllia Willyane Félix, Emerson Almeida e Gabriel Loureiro, todos de 14 anos, alunos da Escola Municipal Rodolfo Aureliano, na Várzea, foram recepcionados no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na tarde de ontem, com faixas, cartazes e muita música da banda Marcial da Escola Municipal Paulo VI.

robotica-andrea-rego-barros

Emerson Almeida, Gabriel Loureiro, secretario Jorge Vieira, Geraldo Julio, Cid Spindola, Ryan Vinicius de Moraes e Maryllia Félix (Foto: Andrea Rego Barros)

O prefeito Geraldo Julio de Melo Filho, que havia ido na quarta ao embarque dos jovens para Uberlândia (MG), onde aconteceu a olimpíada, fez questão de recebê-los na chegada ao Recife. Os campeões, que enfrentaram escolas particulares e públicas de todo o País, viajaram acompanhados dos professores Cid Espíndola e Juliana Borges. Com a vitória, a equipe vai representar o Brasil na RoboCup – campeonato internacional que será realizado no próximo ano, na Alemanha.

  • 1 2