Tatu & Fuleco

Leiam o que escreveu no face o artista plástico Demazinho Gomes: “Meu Deus como o tatu bola Ronalducho engordou. A Globo vai gastar tempo e dinheiro. Passou dos limites. Ainda bem que não estamos na época da colonização brasileira. O bispo Sardinha caiu numa tribo de canibás e foi comido em cinco minutos.

Já pensaram em quanto minutos os índios levariam para comer o mascote da Copa. Pior é o nome da bola que foi escolhido. Antes era Jabulani e agora é Fuleco. Já pensou Galvão Bueno gritando. Vamos lá Neymar solta este fuleco. Sei não, este país tem jeito não, até rimou.