Fernando Machado

Blog

Tag frevo

Um Mito que arrasa quarteirão

Alberto Feitosa, Gilson Machado Neto, Jair e Michelle Bolsonaro (Foto: Face)

Esteve sexta-feira e sábado em Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro, ao seu lado a primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. Aqui ele foi recebido como um verdadeiro Mito. Por onde passava arrastava multidões. O povo está aguardando uma sinalização forte do chefe executivo nacional, no Dia 7 de Setembro. Caso isso não venha, segundo disse um critico político, Bolsonaro vai perder espaço. Ninguém aguenta mais um governo paralelo mandando mais do que Bolsonaro.

A primeira dama Michelle Bolsonaro encarou um passinhos de frevo (Foto: Instagram)

Quando o presidente e a primeira dama do Brasil saíram da Base Aérea do Recife foram recepcionados passistas, orquestra de frevo e três bonecos gigantes do Mito, de Michelle e Gilson Machado Neto. Michelle não escondeu sua emoção ao vê-la gigante. Quando a orquestra atacou de Vassourinhas, a primeira dama ensaiou alguns passos de frevo com sobrinha e tudo.

A motociata em Santa Cruz do Capibaribe (Foto: Instagram)

Ontem eles foram para a motociata, segundo ouvimos a maior do Brasil, com mais de 55 mil motos, saindo de Santa Cruz do Capibaribe até Caruaru. Nunca se viu uma multidão daquele porte por aquelas bandas. Na despedida dos Bolsonaro, tivemos três falas: do presidente Jair Bolsonaro, do deputado federal Alberto Feitosa e do Pastor Silas Malafaia.

De Volta para o Passado

Há 180 aos, nascia na França, o artista plástico Pierre Auguste Renoir, que morreu no dia 3 de dezembro de 1919.

Há 125 anos, nascia no Rio de Janeiro, o artista plástico Alberto Veiga Guinard, que morreu no dia 25 de junho de 1962.

Há 105 anos, era lançado o frevo Vassourinhas de Matias da Rocha e Joana Batista.

Rodopiano Botelho um dos coordenadores do Baile (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, Terça-feira de Carnaval, Baile da Despedida, no Dragões de Momos, leia-se Rodopiano Botelho. Traje passeio ou fantasia.

Há 75 anos, morria em Pernambuco, o executivo João Frederico Lundgren, que nasceu no dia 20 de junho de 1879.

Há 70 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, concerto da Orquestra Sinfônica do Recife, sob a regência do maestro Vicente Fittipaldi. A solista foi a violinista Nair Roitman.

Há 60 anos, a condessa Maurina Pereira Carneiro inaugurava a sucursal do Jornal do Brasil no Recife.

Há 55 anos, morria no Rio de Janeiro, o arquiteto Giacomo Palumbo, que nasceu no dia 2 de setembro de 1891.

Há 20 anos, morria em São Paulo, a socialite Dulce Pessoa de Queiroz, que nasceu no dia 1 de abril de 1921.

Há cinco anos, morria em Pernambuco, o executivo Luiz Moraes de Oliveira, dono do Buraco da Gia, em Goiana, que nasceu em 1924.

Concurso de Músicas Carnavalesca de 1956

Os grandes Capiba e Nelson-ferreira (Foto: Divulgação)

Hoje faz 65 anos que acontecia no Palácio do Radio, Rádio Clube de Pernambuco, o Concurso de Músicas Carnavalescas. Na categoria Frevo de Rua o 1º lugar foi a música Alvorada de Carnaval de Miro de Oliveira, no 2º lugar ficou Nas Asas do Frevo de Mauricio Viana, e no 3º lugar ficou Vale Tudo de Carnera.

O compositor Miro de Oliveira (Foto: Divulgação)

Os irmãos João e Raul Valença (Foto: Divulgação)

Na categoria Frevo canção a vencedora foi a música O Passarinho Come dos Irmãos Valença, no 2º lugar ficou Amanhã eu chego lá e O Que é que vou dizer de Capiba, no 3º lugar ficou Viva a Banana de Marambá, no 4º lugar Cangote Dela de Nelson Ferreira e no 5º lugar Me dá um cheirinho Italiana de Sebastião Lopes.

O compositor Carnera (Foto: Diário da Manhã)