Fernando Machado

Blog

Tag forças

Militares nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Ana Sátila está na canoagem (Foto: MF)

A 50 dias dos Jogos Olímpicos de Tóquio, 63 militares do Programa Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas garantiram vaga para a competição, em 17 modalidades, das 27 incluídas no torneio. As disputas estão previstas para ocorrer de 23 de julho a 8 de agosto. Para garantir a segurança dos atletas olímpicos, paralímpicos e das comissões técnicas que representarão o Brasil em Tóquio, ação interministerial, composta pelos Ministérios da Defesa, da Saúde e da Cidadania, com apoio do Comitê Olímpico do Brasil e do Comitê Paralímpico Brasileiro, possibilitou a vacinação contra a Covid-19.

Agatha Rippel no vôlei de praia (Foto: MF)

A imunização teve início em 14 de maio e ocorrendo no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Belo Horizonte e Fortaleza. Até o momento, mais de 1.280 integrantes do Time Brasil foram vacinados com a primeira dose. Começou sexta-feira e segue até 12 de julho, a aplicação da segunda dose da vacina. Entre os que vão participar destacamos a 3º Sargento da Marinha Ágatha Rippel e a 3º Sargento do Exército Eduarda Lisboa (Vôlei de Praia). O 3º Sargento do Exército Gabriel Constantino, participará da prova dos 110 metros com barreiras e a 3º Sargento Ana Sátila garantiu a vaga olímpica na Canoagem, em 2019.

Gabriel Constantino atletismo (Foto: MF)

Nos bastidores da Política

Os governos estaduais e federal mostram como estão incompetentes com a saúde publica no Brasil. Teve que convocar as Força Armadas que eles abominam, para tentar reverter o quadro da Aedes Aeogypti, Zica e chikungunya no nosso país. Com certeza agora vai. Viva o Exército, a Marinha e a Aeronáutica!

Indícios de distorções nos níveis de arrecadação no segmento hoteleiro de Natal, levaram a Secretaria Municipal de Tributação a implantar o Monitoramento Eletrônico e Presencial específico para o exercício de 2016 no setor vital para a economia da capital. Caso tenha esperteza dos fiscais vai dar certo.

Nos bastidores da Política

A presidente Dilma Rousseff deve ter sido alertada do desrespeito com nossas Forças Armadas (Aeronáutica, Exercito e Marinha) e voltou atrás. Voltaram para os Comandantes militares essa tarefa dos poderes. O Palácio do Planalto está sem rumo. Um dia cai.

Quinta-feira a presidente Dilma Rousseff assinou o decreto 8.515, que tira todos os poderes dos comandantes militares (Exército, Aeronáutica e Marinha) repassando essa tarefa para o Ministro da Defesa. Por exemplo transferência para a reserva remunerada de oficiais e soldados, promoção aos postos de oficiais superiores e até nomeação de capelães militares, entre outros, fica para Jacques Wagner decidir. Como ela humilha nossas Forças Armadas, meu Deus!

Informação Importante: O governador Eduardo Campos já tinha feito isso no seu primeiro governo em 2006. Os comandantes gerais da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros além do chefe geral da Policia Civil também não decidem nada. As tarefas são do Secretario de Defesa Social.

Notícias da Caserna

“A esperada reforma ministerial não vai mexer apenas com a Aeronáutica, como noticiamos aqui. Quando acontecer, serão substituídos os três ministros das Forças Armadas: Exército, Marinha e Aeronáutica. Os nomes dos futuros ministros ainda não foram revelados. Na Aeronáutica, comenta-se que o escolhido pode ser o Brigadeiro Aprígio”, escreveu a jornalista Anna Ramalho no seu blog.

Quem estará no Recife hoje é o general Araken de Albuquerque, Secretário de Economia e Finanças do Exército. Ele vem prestigiar a passagem de chefia da 7ª Inspetoria e Contabilidade de Finanças do Exército, que vai acontecer amanhã.

  • 1 2