Na Sala da Justiça

O Ministério Público do Trabalho em Pernambuco entrou com pedido de execução de acordo judicial, firmado em janeiro de 2012, com a Construtora Norberto Odebrecht e com a Transnordestina Logística. As empresas, responsáveis pelas obras da ferrovia Transnordestina, devem pagar R$ 20 mil por cada cláusula descumprida. Ao todo, devem ser executados R$ 440 mil. Quem nos informa é o procurador do Trabalho no caso, Ulisses de Carvalho.

Promovida pelo Sinprop, acontece hoje, a paralisação de advertência dos professores da rede municipal de Paulista pelo não cumprimento da Lei do Piso. Na ocasião, serão realizados dois atos públicos, um previsto para as 8h e outro às 14h. Ambos em frente à Prefeitura de Paulista.