Fernando Machado

Blog

Tag estados

Amanhã, em Reno, Será eleita Miss USA 2022

Elle Smith Miss USA de 2021 (Foto: Concurso)

Amanhã no Grand Sierra Resort, na cidade Reno, será realizada a eleição da Miss Estados Unidos de 2022. A vencedora será coroada pela Miss Estados Unidos de 2021, Elle Smith. A escolha do local foi para homenagear Cheslie Kryst, que havia sido coroada, neste local, Miss Estados Unidos de 2019, que se suicidou em janeiro deste ano. Vão participar do encontro 51 candidatas e a apresentadora será Zury Hall.

Isabel Ticlo do Arizona e Rylie Wagner do Arkansas (Fotos: Concurso)

As candidatas são Katelyn Vinson (Alabama), Courtney Schuman (Alasca), Isabel Ticlo (Arizona), Rylie Wagner (Arkansas), Tiffany Johnson (Califórnia), Morgan Romano (Carolina o Norte), Meera Bhonslé (Carolina do Sul), Alexis Glover (Colorado), Cynthia Dias (Connecticut), SaNoah LaRocque (Dakota do Norte), Grace Lange (Delaware), Faith Porter (Distrito de Columbia), Taylor Fulford (Flórida), Holly Haynes (Geórgia), Kiana Yamat (Havaí), Jordana Dahmen (Idaho), Angel Reyes (Illinois).

Tiffany Johnson da Califórnia e Kiana Yamat do Hawai (Fotos: Concurso)

Também Samantha Toney (Indiana), Randi Estabrook (Iowa), Elyse Noe (Kansas), Lizzy Neutz (Kentucky), Katie Scannel (Luisiana), Elizabeth Kervin (Maine), Caliegh Shade (Maryland), Skarlet Ramirez (Massachussetts), Aria Hutchinson (Michigan), Madeline Helget (Minnesota), Hailey White (Mississippi), Mikaela McGhee (Missouri), Heather Lee O’Keefe (Montana), Natalie Pieper (Nebraska), Summer Keffler (Nevada), Camila Sacco (Nova Hampshire), Alexandra Lakhman (Nova Jersey).

Samantha Toney de Indiana e Arielle Freytag do Oregon (Fotos: Concurso)

Ainda, Suzanne Perez (Novo México), Heather Nunez (Nova Iorque), Sir’Quora Caroll (Ohio), Ashley Ehrhart (Oklahoma), Arielle Freytag (Oregon), Billie LaRaé Owens (Pensilvânia), Elaine Collado (Rhode Island), Emily Suttle (Tennessee), R’Bonney Gabriel (Texas), Elisabeth Gandara (Utah), Kelsey Golonka (Vermont), Kailee Horvath (Virginia), Mazzy Eckel (Washinton), Krystian Leonard (Virginia Ocidental), Hollis Brown (Wisconsin), Morgan NcNailly (Wyoming).

R’Bonney Gabriel dos Texas e Krystian Leonard da Virginia Ocidental (Fotos: Concurso)

Nos Bastidores da Política

Nove estados brasileiros receberam recursos para continuidade às obras de saneamento em seus territórios. No total, foram liberados R$ 5,1 milhões para a Bahia, Goiás, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul, Sergipe e Roraima. Esses investimentos em saneamento básico garantem a preservação do meio ambiente, a melhoria das condições de saúde e mais qualidade de vida para a população.

Para a Região Norte foram beneficiadas Rorainópolis, em Roraima; Vilhena, em Rondônia, Ananindeua, no Pará; no Nordeste Camaçari na Bahia, Olinda em Pernambuco, Lagarto em Sergipe; no Sudeste Viçosa, em Minas Gerais e no Centro-Oeste Águas Lindas em Goiás; e Santa Rosa, no Rio Grande do Sul.

Keith Williams é Mr Supranacional EUA de 2022

Keith Williams, Mister Supranacional dos Estados Unidos, 31 anos e 1m83 (Foto: Concurso)

Aconteceu sábado, no Alex Theatre, em Glendale, na Califórnia, a escolha do Mister Supranacional dos Estados Unidos da América de 2022. O vencedor foi Keith Williams de Neva Jersey, em 2º lugar ficou Elijah van Zanten do Colorado, no 3º lugar ficou Anthony Barengasser do Havai, e no 5º lugar Serghei Boldesco de Washington. Completou o Top 12 Kyle Mccraw (Alabama), Jesse Pattison (California), Evan Chaliots (Idaho), Christopher Tuck (Kentucky), Matt Waynes (Michigan), Valentino Vladimirov (Oregon) e Serghei Boldesco (Washington).

Serghei, Jesse, Keith, Mister Supranacional de 2021 Felix Martin, Elijah e Anthony (Foto: Concurso)

Participantes: Kyle Mccraw (Alabama), Nikita Sidorenk (Arizona), Jesse Pattison (California), Elijah van Zanten (Colorado), Marcus Kyle (Florida), Anthony Barengasser (Havai), Evan Chaliots (Idaho), Andres Martinez (Illinois), Christopher Tuck (Kentucky), Philip Derquen (Louisiana), Michael Yurkovsky (Massachusetts), Blake Johnston (Montana), Matt Waynes (Michigan), William Mathison (Nevada), Zachory Sweeney (New Hamphire), Keith Williams (New Jersey), Craig Geoghan (New York), Valentino Vladimirov (Oregon), Paul Valenzuela (Utah) e Serghei Boldesco (Washington).

O Top 12 (Foto: Concurso)

Nos Bastidores da Política

A Operação Acolhida, a estratégia do Governo Federal para interiorização de refugiados e migrantes venezuelanos, encerrou o ano de 2021 com 66.257 pessoas beneficiadas. Ao todo, 788 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal já foram o destino de venezuelanos em busca de melhores condições sociais e econômicas, desde 2018 quanto teve início a estratégia. Desse total, mais de 61 mil (92%) foram interiorizados a partir de janeiro de 2019, na atual gestão do Governo Federal. A interiorização tem como objetivo oferecer maiores oportunidades de inserção social e econômica aos venezuelanos e reduzir a pressão sobre os serviços públicos do estado de Roraima.

Do total de interiorizados, 88% viajam em grupos familiares e 12%, sozinhos. O perfil inclui 63% de maiores de 18 anos e 37% de crianças e adolescentes, conforme informações do Subcomitê Federal para Acolhimento e Interiorização, coordenado pelo Ministério da Cidadania. Na contabilidade por estados, o Paraná lidera o ranking de acolhimento de venezuelanos, com 11.218 interiorizações, seguido por Santa Catarina (10.540), Rio Grande do Sul (9.506), São Paulo (9.370) e Amazonas (5.268). Na divisão por municípios, Manaus (AM) é o que mais recebeu venezuelanos. São 5.223 registros na capital amazonense. Na sequência aparecem Curitiba (4.437), São Paulo (3.774), Dourados (MS), com 2.993, e Porto Alegre (2.251).

  • 1 2 4