Fernando Machado

Blog

Tag esportes

E viva Flávia da Veiga Pessoa!

Na década de 50 e de 60 ela reinava nas quadras, fora delas, e nas passarelas. Foi uma estrela gloriosa. Era reverenciada como atleta de voleibol, como professora e também como técnica. Estamos nos referindo a Flávia Maria Miranda da Veiga Pessoa, uma atleta de muitos quilates. Teve um filho Marcelo da Veiga Pessoa Bacallá. Não queria ser miss, “mas pelo Sport faço esse sacrifício”. No dia 4 de maio de 1957, foi lançada Miss Sport durante festa no então Palácio de Alumínio.

Flávia na quadra e como Rainha do Campeonato Brasileiro de Voleibol (Fotos: Acervo da Familia)

Flávia Maria Miranda da Veiga Pessoa nasceu, no Recife, em 24 de agosto de 1935 e faleceu em 11 de janeiro de 2012, todavia desde pequena gosta de esportes. Incursionando nos esportes amadores do Sport. Era Professora de Educação Física, formada pela Escola de Educação Física de Pernambuco. Logo terminou o curso universitário foi convidada para lecionar na UPE, como professora assistente na Cadeira de Metodologia. Paralelamente lecionava Educação Física do Colégio Estadual de Pernambuco.

Flávia da Veiga Pessoa descansando para o próximo jogo  (Foto: Acervo da Família)

Flávia era muito bonita e abalou os esportes amadores de Pernambuco. Praticava natação, esgrima, arco-e-flecha, basquete, atletismo e voleibol. Nos Jogos da Primavera, em 1954, que aconteceram no Recife, foi campeã no Arco-e-Flecha e considerada melhor atleta dessa modalidade. Nesta mesma competição foi vice-campeã no arremesso de peso. Em 1955 consagrou-se campeã de voleibol e de basquetebol pelo Sport. Chegou a ser tetra-campeã de vôlei pelo rubro-negro.

Flávia no Palácio do Aluminio e no Sport Club do Recife (Fotos: Acervo da Familia)

No dia 11 de maio, do alto dos seus 1m72 de altura e com 22 anos de idade, enfrentou outro desafio, disputar o Miss Pernambuco de 1957.  Embora não ter sido eleita, brilhou na passarela no Clube Português do Recife, disputando representando o Sport Clube do Recife. Antes, em fevereiro, Flávia da Veiga Pessoa, durante o VII Campeonato Brasileiro de Voleibol, foi eleita Rainha da competição. Em 1 de agosto de 1957, ela e Edna Bezerra Leite foram eleitas Miss Elegante Bangu do rubro-negro.

Pausa Poética

“Eu odiei cada minuto os momentos de treinamento. Mas eu dizia: Não desista. Sofra agora e viva o resto de sua vida como um campeão”. Muhammad Ali (1942/2016)

Pausa Poética

“Alguns homens nascem grandes, outros alcançam grandeza, outros têm grandeza imposta a eles”. Pivô de basquete Shaquille O’Neal

 

Bravo DiMaggio & Brady!

O grande jogador de beisebol Joe DiMaggio (Foto: Divulgação)

Hoje vamos destacar dois mitos norte-americanos nos esportes: o jogador de beisebol Joe DiMaggio e o jogador de futebol norte-americano Tom Drady. Ambos nasceram na Califórnia. Os dois ficaram marcados pelos casamentos. O primeiro foi casado com o Mito do Cinema Marilyn Monroe e o segundo é casado com o Mito das passarelas a brasileira Gisele Bündchen. Di Maggio casou duas vezes e teve apenas um filho Joseph Paul DiMaggio III. O segundo também casou duas vezes e tem três filhos John Edward Thomas, Benjamim Rein Brady e Vivian Lake Brady.

Marilyn Monroe e Joe DiMaggio em 1954 (Foto: Divulgação)

Joseph Paul Joe DiMaggio foi um extraordinário jogador de beisebol eleito para o Hall of Fame em 1955. DiMaggio foi selecionado treze vezes para o All-Star Game, por sinal o único jogador a ser selecionado para o Jogo das Estrelas em todas as temporadas que atuou. Do alto dos seus 1m88 e já aposentado foi o quinto maior rebatedor de home runs na história das grandes ligas. Joe DiMaggio ainda é um dos melhores jogadores de todos os tempos do New York Yankees.

 

O extraordinário Tom Brady (Foto: Divulgação)

Thomas Edward Patrick Tom Brady, Jr., depois de jogar pela Universidade de Michigan foi selecionado pelo New England Patriots, time que defendeu por quase 20 anos. Do alto dos seus 1m93 foi eleito oito vezes o Jogador mais Valioso. Foi selecionado para 14 Pro Bowls e ajudou seu time a conquistar 16 vezes a AFC East, um recorde de títulos de divisão. Ano Passado se transferiu para os Buccaneers e logo no seu primeiro ano com a equipe venceu o Super Bowl LV, sendo o sétimo título na carreira na décima aparição nas finais.

Gisele Bündchen e Tom Brady com os filhos John, Benjamim e Vivian (Foto: Divulgação)