Fernando Machado

Blog

Tag epidemias

Nos Bastidores da Política

O Governo Federal, por meio da ação estratégica O Brasil Conta Comigo, já recebeu 978 mil cadastros de profissionais de saúde interessados em atuar na linha de frente no combate à Covid-19 em todo o país. O objetivo é preparar profissionais formados, residentes e estudantes da área de saúde, para reforçar o atendimento em estados e municípios. Do total, 416, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, farmacêuticos e biomédicos, foram contratados diretamente pelo Governo Federal e estão reforçando o atendimento dos serviços de saúde nos estados do Amazonas (322) e Amapá (94).

Os presidentes Jair Bolsonaro e Benedito Aguiar (Foto: Divulgação)

Ainda este mês, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) inicia a divulgação preliminar dos projetos selecionados para participar do Programa de Combate a Epidemias. Serão concedidas mais 1.450 bolsas, por meio de três editais, além das 1.150 já destinadas à pós-graduação. Para Benedito Aguiar, presidente da CAPES, essa ação contribuirá não só no enfrentamento à Covid-19, mas para formação de pessoal altamente qualificado para atuar com doenças infecciosas em geral. Como consequência, virá a inovação.

Acontecencias

O turismo doméstico será o primeiro a se recuperar após pandemia, aponta pesquisa Destinos Nacionais deverão ser os mais procurados por turistas brasileiros após o fim de restrições geradas pelo novo coronavírus. É o que mostra uma pesquisa divulgada terça-feira pela consultoria Cap Amazon e pelo portal Mercado & Eventos, que avaliou as perspectivas de mais de 400 agentes de viagem das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.

Os professores da UFRJ e bolsistas de produtividade do CNPq, Carolina Naveira-Cotta e Renato Cotta, e o especialista em simulação de epidemias, professor Pierre Magal, da Universidade de Bordeaux, França, desenvolveram um modelo matemático que permite traçar previsões para o número de casos da Covid-19, reportados e não reportados. Desenvolvido com apoio da Marinha do Brasil, CNPq e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro, o estudo foi publicado no site MedXriv, e estará nas páginas da revista Biology.

O verão e os olhos

O verão é a estação muito aguarda, no entanto, é nesta época que costuma acontecer epidemias de conjuntivite. Por conta da temperatura mais elevada especialistas alertam para a necessidade de cuidados especiais com a visão. Usar bonés, óculos de sol de boa qualidade, tomar muito líquido e ingerir alimentos saudáveis que contenham vitaminas A e C, são algumas das recomendações.

O oftalmologista João Vilaça (Foto: Internet)

O oftalmologista do HVisão, João Vilaça, explica que a conjuntivite bacteriana é caracterizada por uma secreção espessa, amarelada e com consistência cremosa, que deixa a pessoa com os olhos inchados e, em alguns casos, pode parecer que se formou uma bola de pus embaixo do olho. Ainda de acordo com o médico, piscinas com excesso de cloro e praias com areias sujas e mar impróprio para banho reúnem fungos e vírus que colocam em risco a saúde ocular causando diversos tipos de doenças.