Fernando Machado

Blog

Tag empresas

Nos Bastidores da Política

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e o Programa Emergencial de Acesso a Crédito ultrapassaram a marca de R$ 32 bilhões em volume de crédito concedido em menos de dois meses de operacionalização. É o que apontam os estudos da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia. De acordo com os dados apurados, foram mais de 300 mil propostas atendidas, entre Microempreendedor Individual, micro, pequenas e médias empresas.

Do volume liberado no período pelo Pronampe e pelo Peac, uma fatia de 83% atendeu exclusivamente MEIs, micro e pequenas empresas. O desempenho de R$ 32 bilhões em crédito liberado pelos dois programas considera R$ 26 bilhões do Pronampe e outros R$ 6 bilhões do Peac. Os estados que registraram os maiores valores de contratação de crédito pelo Pronampe foram São Paulo (R$ 5,4 bilhões), Minas Gerais (R$ 2,9 bilhões) e Paraná (R$ 2,5 bilhões). No Peac, o ranking foi liderado por São Paulo (2,3 bilhões) e por Minas Gerais (R$ 615 milhões).

Parabéns

Hoje, 15, Dia de Santo Isidoro, do Assistente Social, Internacional das Famílias, do Gerente de Banco, aniversariam a executiva Silvana Vanzo, jornalista Etienne Ramos, senhora Helena Maroja Ribeiro Coutinho,

A Procuradora de Justiça Zulene Norberto (Foto: Fernando Machado)

A administradora de empresas Luciana Mendonça (Foto: Fernando Machado)

A executiva Catarina Nicoloff (Foto: Fernando Machado)

Nos Bastidores da Política

O Senado aprovou quarta-feira o substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei nº 3.188/21, que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Com as mudanças, serão permitidas novas operações de crédito com recursos emergenciais para empréstimos a micro e pequenas empresas. A expectativa é que as contratações fiquem em torno de R$ 50 bilhões. O projeto segue agora para sanção presidencial.

O substitutivo, aprovado pela Câmara dos Deputados em 12 de abril, dispensa todos os agentes financeiros do Pronampe da exigência de certidões de regularidade fiscal, do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e outras que restringem o acesso ao Programa Emergencial de Acesso ao Crédito – Fundo Garantidor de Investimentos (Peac-FGI) e ao Programa de Estímulo ao Crédito (PEC). Apenas a obrigatoriedade de regularidade previdenciária da empresa tomadora permanece.

Nos Bastidores da Política

Empresas que queiram desenvolver tecnologias para o aproveitamento do gás natural gerado pela extração de petróleo do pré-sal terão o aporte do Governo Federal para o desenvolvimento desses projetos. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações à frente o astronauta Marcos Pontes, lançou quinta-feira uma chamada pública no valor de R$ 15 milhões para o financiamento dessas tecnologias. A apresentação do Edital foi feita na cidade de São Vicente, no litoral paulista.

A chamada pública vai financiar tecnologias que viabilizem essa mudança em 5 linhas temáticas. São elas: separação do gás de CO2 e outros contaminantes, liquefação de gás natural embarcado, transformação de gás natural em gás de síntese, transformação do gás de síntese em hidrocarbonetos líquidos e o uso do gás para produção de energia elétrica na boca do poço através de usinas instaladas em plataformas gas-to-wire (GTW).