Fernando Machado

Blog

Tag educação

Nos bastidores da Política

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a lei que dispõe sobre ações emergenciais e temporárias destinadas ao setor de eventos para compensar os efeitos decorrentes das medidas de combate à Covid-19 e institui o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos e o Programa de Garantia aos Setores Críticos.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, afirmou que a pandemia reforçou a importância da cooperação entre os países para enfrentar os grandes desafios globais durante o VI Fórum Multissetorial sobre Ciência, Tecnologia e Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, quarta-feira. Promovido pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas, o fórum virtual teve como tema Ciência, tecnologia e inovação para uma recuperação sustentável e resiliente da Covid-19 e caminhos eficazes de ação inclusiva para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O Ministério da Educação lançou, quarta-feira, o Relatório de Atividades: Ações do MEC em Resposta à Pandemia de Covid-19, que apresenta de forma consolidada a abrangência das ações realizadas durante o ano de 2020. O objetivo do Relatório é informar a administração do Governo Federal e toda a sociedade acerca das ações empreendidas pelo MEC em resposta à pandemia de Covid-19 para mitigar seus efeitos no sistema educacional brasileiro. Em conjunto com o Relatório, o MEC lança o Painel Coronavírus: Monitoramento na Rede Federal de Educação, que fornece informações em tempo real sobre as ações e o funcionamento das Instituições Federais de Ensino durante a situação de emergência em saúde da Covid-19.

O impacto fiscal das medidas de enfrentamento da Covid-19 no Brasil foi de R$ 549,8 bilhões, em 2020. Em função dos gastos extraordinários para enfrentamento da pandemia, a despesa atingiu o patamar de 26,1% do PIB. Os dados são do Ministério da Economia, passados à IXX reunião da Comissão Temporária Covid-19 do Senado Federal, pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues.

Noticias do Ceará

O Ministério da Educação e Ricardo Catunda, professor doutor da Universidade Estadual do Ceará, oferecem um material exclusivo com planos de aula para o ensino médio. O conteúdo está disponível gratuitamente e pode ser utilizado em aulas on-line ou presenciais. Todas as atividades físicas sugeridas seguem o conceito das metodologias ativas, na qual os estudantes se tornam protagonistas do processo de aprendizagem.

Os temas incluem, por exemplo, formas diferentes de se alongar, circuito adaptado de parkour, desafios de ginástica e capoeira. Não é necessária nenhuma estrutura especial na escola ou em casa para a execução dos planos de aula. “As metodologias ativas desenvolvem a confiança e autonomia dos estudantes, aspectos essenciais neste período de pandemia”, explica o professor Catunda.

Parabéns

Hoje, 28, Dia de São Pedro Chanel, da Educação, e da Sogra, aniversariam o jornalista Jodeval Duarte, o marchand Carlos Ranulpho de Albuquerque, os executivos Guilherme Coelho, Waldir Pontes e Rosa Galvão Passos Cavalcanti,

O executivo Reginaldo Paes Mendonça (Foto: Fernando Machado)

Anotações do Cotidiano

O médico César Vasconcelos deu outra prova de competência, foi eleito membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica, cuja sede é em São Paulo. Para alcançar a titulação é obrigatório ter mais de quatro anos na área Torácica, pelo menos realizar 50 cirurgias de grande porte documentadas, passar na prova escrita, teórica e, por último, a prática, essa é uma lobectomia minimamente invasiva para tratamento de câncer de pulmão. Sua próxima meta é o doutorado.

Os médicos Bernardo Nicola, Cesar Vasconcelos e Juarez Ritter (Foto: Instagram)

O projeto Educação: um Dever Legal, criado pela Vara da Infância e Juventude junto com o Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania, ambos de Petrolina, proporciona audiências de conscientização online para famílias e para jovens em evasão escolar durante a época da pandemia. A ação teve início em janeiro de 2021, quando o TJPE uniu-se ao Ministério Público de Pernambuco e às Secretarias de Educação, municipal e estadual.