Fernando Machado

Blog

Tag duplas

Noticias da Paraíba 

A Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba apresenta hoje o concerto de abertura do I Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, com regência do maestro Luiz Carlos Durier e a participação, como solista, do oboísta paraibano José Medeiros, oboé principal da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. O concerto, que integra a temporada 2017 da OSJPB, começa às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, com entrada gratuita.

Os músicos da Sinfônica da Paraíba se apresentam hoje (Foto: Thercles Silva)

A nova filosofia de policiamento, pautado na proximidade com a população e com o policial envolvido na busca por soluções dos principais problemas da comunidade, ganhou reforço, terça-feira. É que a Polícia Militar da Paraíba concluiu a formação de mais 348 policiais para atuarem no policiamento comunitário, chegando à marca de 3.202 formações de 2011 até agora. O comandante-geral da corporação, coronel Euller Chaves, que esteve na solenidade de conclusão do curso, no Centro de Educação da PMPB, destacou que o curso oferece à sociedade mais 348 promotores da paz e da ordem pública.

Euller Chaves entrega  certificado para Adailson Araújo (Foto: Wagner Varela)

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, recebeu terça-feira, a visita do embaixador espanhol, Fernando Villalonga, e do cônsul da Espanha para o Nordeste, Gonzalo Fournier, para discutir a possibilidade de novas parcerias entre o empresariado espanhol e o setor turístico da Capital paraibana. De acordo com Villalonga, a cidade de João Pessoa se destaca na região e é um destino ideal para os turistas europeus por reunir cultura e lazer, através do Centro Histórico revitalizado e a região litorânea, com belíssimas praias.

Gonzalo Fournier, Fernando Villalonga, Luciano Cartaxo e Graco-parente (Foto: Alessandro Potter)

Patrulha dos Bairros

O que o governo atual chama de Patrulha do Bairro não tem nada a ver com o serviço de policiamento lançado com esse nome no governo Roberto Magalhães. Na época, o comandante da PMPE, coronel Nelson Lucena, conseguiu verba com o então ministro de Justiça, Fernando Lyra, para comprar as kombis da verdadeira Patrulha dos Bairros, que contava com cinco PMs por cada carro. Eles faziam rondas motorizadas, seguindo um roteiro predeterminado e parando em pontos de estacionamento prefixados.

Enquanto a kombi estava parada, duas duplas de PMs faziam rondas a pé, também por locais estabelecidos. O quinto PM ficava na kombi em contato com a central de polícia. A kombi nunca saía do bairro, pois em caso de prisão de algum suspeito ou acusado de crime, uma guarnição normal de polícia era acionada para fazer a condução do preso até a delegacia. Essa reportagem faz parte de uma série de três sobre o assunto.