Fernando Machado

Blog

Tag Distrito

Mais um crime à memória de Pernambuco

No dia 24 de outubro de 1857, Dom Pedro II criava no Recife, a Escola de Aprendizes de Marinheiros de Pernambuco, que depois foi transferida para Olinda. Agora vem a noticia muito triste para o Estado. O atual comandante do III Distrito Naval, Noriaki Wada, que por sinal foi diretor da Escola, alegando economia de gastos decidiu fechá-la.

Vista aérea da Escola de Aprendizes de Marinheiros (Foto: Divulgação)

É bom lembrar que a EAMPE foi a primeira a ser instalada no Brasil. Mais um crime contra nossa memória. No local deverá funcionar a Capitania dos Portos de Pernambuco, atualmente no Recife Antigo e construir um novo Hospital Naval. Os alunos daqui deverão ser remanejados para a Escola de Aprendizes de Marinheiros do Ceará.

Nos Bastidores da Política

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, anunciou Foz do Iguaçu (PR) como sede de projeto-piloto para capacitação em língua inglesa. A indicação foi confirmada durante agenda oficial na cidade, onde Machado Neto visitou importantes destinos turísticos, como a Itaipu Binacional e o Parque Nacional do Iguaçu. Além disso, ao lado do deputado federal Vermelho e do prefeito de Foz, Chico Brasileiro, divulgou a intenção de fazer de cidade um dos destinos turísticos inteligentes do país. Para o ministro Gilson Machado Neto, a disponibilização de internet para o turismo é fundamental para que o destino ganhe notoriedade e, consequentemente, resulte em mais visitas.

O ministro Marcelo Queiroga e Robson Santos (Foto: MA)

Este mês um grande mutirão com atendimentos médicos, odontológicos e exames está sendo realizado para mais de 2,3 mil indígenas Distrito Sanitário Especial Indígena Xingu, no Mato Grosso. A ação, organizada pela Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, reforça os cuidados do Governo Federal com a saúde indígena, que foram redobrados durante a pandemia da Covid-19. Acompanhado do titular da Sesai, Robson Santos, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acompanhou a abertura dos trabalhos segunda-feira direto do Polo Base Leonardo. No local, foi montada uma estrutura com 22 consultórios provisórios para atender a população indígena.

De Volta para o Passado

Há 415 anos, nascia na Holanda, o artista plástico Rembrandt Van Rejin, que morreu no dia 4 de outubro de 1669.

Há 115 anos, morria no Ceará, aos 38 anos de idade, o poeta pernambucano Miguel Barros.

Há 75 anos, nascia no Japão, o chef  Yoshi Matsumoto, que morreu no dia 27 de outubro de 2020.

Há 70 anos, nascia na Jamaica, o cantor de reggae Gregory Isaacs, que morria no dia 25 de outubro de 2010.

Há 50 anos, morria no Rio de Janeiro, o atacante Romeu Pellicciari, que nasceu no dia 26 de março de 1911.

Há 45 anos, era anunciado que o III Distrito Naval seria transferido do Recife para Natal.

Lêda Brandão Rau é a Miss Distrito Federal de 1956

Todas as candidatas no palco (Foto: O Cruzeiro)

Hoje, faz 65 anos, que acontecia no Hotel Quitandinha em Petrópolis, o concurso de Miss Distrito Federal de 1956, coordenado por Orlando Mota. Os apresentadores foram Lourdes Mayer e Murilo Néri, contou com a participação de 17 candidatas. Na comissão julgador Francisco Negrão de Lima – Prefeito do Distrito Federal, Flávio Castrioto – Prefeito de Petrópolis, Dinah Silveira de Queiroz, Herbert Moses, A. Accioly Netto, Malba Tahan, João Calmon, Alfredo Elchemer, e Alfred Blum.

O Top 4: Dirce, Beatriz, Sylda e Lêda (Foto: O Cruzeiro)

A vencedora foi Lêda Brandão Rau, do Marã Esporte Clube, que recebeu a faixa da Miss DF de 55, Elvira Wilberg; em 2º lugar ficou Sylda Campbell Pamplona do Clube Militar, em 3º lugar ficou Beatriz de Carvalho Peixoto do Vasco da Gama, e em 4º lugar ficou Dirce de Lima Moura do Clube Caiçaras. As candidatas foram Lêda Brandão Rau (Marã Esporte Clube), Sylda Campbell Pamplona (Clube Militar), Beatriz de Carvalho Peixoto (Vasco da Gama), Dirce de Lima Moura (Clube Caiçaras), Elza Lya Potthoff (AABB), Maria de Fátima Baird Rosas (Curso de Biblioteconomia da Biblioteca Nacional), Lair Moreira (Madureira Tênis Clube).

Lêda Brandão Rau tinha 1m65, 57 quilos, busto 90, quadris 93 e cintura 60 (Foto: Manchete)

E Lygia Maria Galdi (Grajaú Tênis Clube), Stella Mariza (Marise) de Miranda (Faculdade Nacional de Filosofia), Arisni Maria Aquino de Oliveira (Clube Municipal), Tânia Nizzo (Botafogo Futebol e Regatas), Maria Eloá Menezes de Castro (Fluminense Futebol Clube), Selma de Azevedo Fonseca (Clube dos Funcionários do IAPETC), Tutsi Bertrand (Sociedade Hípica Brasileira), Gilda da Silva Veloso (Clube Leblon), Manira Curi (Associação Atlética Vila Isabel), e Maria François de Faria (Escola Nacional de Educação Física).

 

  • 1 2 5