Fernando Machado

Blog

Tag defesa

Nos bastidores da política

O combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus foi um dos temas ressaltados pelo Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, e pelos Comandantes das Forças Armadas em reunião na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, além de outros temas relacionados às ações e aos projetos estratégicos da Defesa e das Forças. O encontro foi na quarta-feira, a convite do presidente da Comissão, deputado Aécio Neves, para que as autoridades detalhassem temas de interesse público aos deputados federais.

O Brasil já registra 13.759.125 milhões de pessoas curadas da Covid-19. O número de recuperados no País é maior do que a quantidade de pacientes em acompanhamento médico (1.027.363). O registro de pessoas que se recuperaram da doença já representa a maioria do total de casos acumulados (90,5%). As informações foram atualizadas pelo Ministério da Saúde às 17h40 de segunda-feira  – os dados são enviados à pasta pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde.

Nos bastidores da Política

O Ministério da Defesa informa que a matéria Hospitais das Forças Armadas reservam vagas para militares e deixam até 85% de leitos ociosos sem atender civis, publicada em 6 de abril, no portal da Folha de S. Paulo, contém graves manipulações, incorreções, omissões e inverdades, que levam o leitor à completa desinformação. Ao contrário do que induz o título da matéria, a grande maioria dos hospitais militares está com quase todos os leitos de UTI ocupados. Na realidade, muitos hospitais militares têm frequentemente removido pacientes para outras regiões para evitar o colapso. Assim como os hospitais civis, a situação varia de acordo com cada região. Os números são críticos e evoluem diariamente.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, vinculada ao Ministério da Educação, já investiu R$ 53,7 milhões e concedeu 1.959 bolsas por meio do Programa de Combate a Epidemias. A iniciativa tem a finalidade de incentivar estudos voltados à prevenção e ao enfrentamento da Covid-19 e outras doenças epidemiológicas.

O ministro da educação Milton Ribeiro participou  da primeira reunião do ciclo de debates do PL 3179/2012, organizada pela Deputada Luiza Canziane, que visa regulamentar a modalidade de educação domiciliar. O grupo de debate também contou com a presença da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Bastidores da Política

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, proferiu palestra a alunos dos Cursos de Altos Estudos Militares da Escola de Comando-Maior do Exército (ECEME) sexta-feira. No auditório, Oficiais do primeiro e segundo ano dos Cursos de Comando e Estado-Maior do Exército, do Curso de Estado-Maior da área de saúde, de nações amigas, além de autoridades acompanharam a explanação sobre o Ministério da Defesa e os seus desafios. Para realização do evento, foram seguidas as medidas preventivas contra a pandemia de Covid-19. Parcela de alunos dos cursos acompanhou a conferência de forma virtual.

Em entrevista virtual transmitida sexta-feira pelos jornais espanhóis Expansión e El Mundo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reforçou que a consolidação fiscal, o avanço da agenda de reformas e a modernização dos marcos regulatórios já transformaram o Brasil, tornando o país a maior fronteira de investimentos do mundo em 2021. Na ocasião, citou que há inúmeras oportunidades de negócios para os agentes internacionais, em setores como navegação de cabotagem, ferrovias, saneamento, gás natural, energia elétrica e petróleo, entre outros. Guedes destacou que as mudanças na Reforma da Previdência avançaram e que, recentemente, foi aprovado o Novo Marco Fiscal, o projeto de autonomia do Banco Central e de privatização dos Correios e da Eletrobrás, e que a agenda de reformas segue avançando, com apoio do Congresso Nacional.

Nos Bastidores da Política

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado de ministros, sobrevoou, na manhã desta quarta-feira, regiões afetadas pelas chuvas e enchentes que atingem o Acre, para conferir de perto a situação enfrentada pela população do estado e as medidas de apoio tomadas pelo Governo Federal.

O presidente Bolsonaro sobrevoando o Acre (Foto: Alan Santos)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, embarcaram, na manhã de quarta-feira, rumo ao Acre para prestar apoio no enfrentamento da Covid-19 e da dengue, e entregar doses extras de vacina ao governo local para ampliar as estratégias de controle da pandemia. Desde a última semana, o estado tem sido atingido por enchentes que desafiam ainda mais a situação sanitária da região.

O presidente Bolsonaro e o ministro Eduardo Pazuello inspecionando a chegada das vacinas (Foto: Alan Santos)

Sábado, a Operação Covid-19, do Ministério da Defesa, completou 11 meses de atuação. Em quase um ano de trabalho, as Forças Armadas atuaram no combate ao novo coronavírus em todo o País. Recentemente, o apoio ao estado do Amazonas se intensificou, com o transporte de oxigênio e remoção de pacientes para os mais diversos estados brasileiros.