Fernando Machado

Blog

Tag curtas

Anotações do Cotidiano

Ministros de Israel, Estados Unidos, dos Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Marrocos e Egito realizaram um encontro diplomático no deserto de Negev, esta semana. Apesar de não terem firmado nenhum acordo ou criado quaisquer políticas, o Secretário de Estado dos EUA Antony Blinken considerou a reunião como a mais recente indicação de um realinhamento das relações com o Oriente Médio, e que essa mediação poderia expandir o potencial de paz e resolução de conflitos em toda a região. Segundo Yair Lapid, ministro de Relações Exteriores de Israel, o país e seus vizinhos árabes têm planos de expandir ainda mais sua cooperação um com o outro e tornar a cúpula um evento anual.

O Festival Internacional de Curtas no Rio de Janeiro, realizado pela produtora Midori Produções Artísticas Ltda, desde 2019, terá a sua segunda edição entre os dias 25 e 30 de abril de 2022, ainda no formato online e inteiramente gratuita, pelo canal do Festival (youtube.com/ficrio). Após grande sucesso no ano passado, o Festival retorna maior e ressaltando ainda mais a excelência do cinema independente com a exibição de 92 curta-metragens brasileiros e internacionais, divididos entre Ficções, Documentários, Animações e Videoclipes, que concorrerão à premiação em 27 categorias, incluindo as novíssimas Melhor Filme LGBTQIA+, Melhor Filme Curtíssimo (de 1 a 5 minutos) e Melhor Videoclipe. Os curadores e diretores do Festival são Ivann Willig e Zeca Teixeira.

Anotações do Cotidiano

Com o objetivo de incentivar a produção, a criatividade e a difusão da produção audiovisual pernambucana, além de apresentar as diversas realizações de curtas-metragens oriundas da produção independente do estado, o XXI Festival de Curtas de Pernambuco (FestCine) abre seu processo seletivo. As inscrições poderão ser feitas até o próximo dia 31, pela plataforma Mapa Cultural de Pernambuco. O festival acontece entre os dias 9 e 14 de dezembro, no Cinema São Luiz.

O dançarino e coreógrafo francês, Filipe Lourenço apresentará quarta-feira, no Recife Cena Cumplicidades – sua peça coreográfica PULS(E)S, adaptada por Gabriel F. – formado desde a infância nas danças tradicionais do Magrebe e na música árabeandaluza, Filipe Lorenço volta em PULSE(S) aos seus primeiros amores coreográficos, questionando tanto seu próprio legado como a atualidade destas culturas ancestrais.

Fatos Diversos

As inscrições para o CINE PE 2019 previsto para acontecer de 28 de maio a 3 de junho, no Cinema São Luiz, recebeu 892 inscrições de curtas e longas-metragens para as mostras competitivas, um crescimento de 77,33% em relação ao número de 2018, que foi de 503 filmes. Informa a diretora Sandra Bertini.

A exposição Quando a vida é uma euforia, da artista gráfica Joana Lira, cujo tema é a cenografia criada por ela, exclusivamente para o Carnaval do Recife, ao longo de dez anos, segue até o próximo dia 17, no Centro Cultural Cais do Sertão. Nesta quinta-feira, às 16h, temos uma roda de conversa, com Joana Lira, e a curadora Mamé Shimabukuro.

Festival MIMO de Cinema

Um dos maiores eventos de música gratuitos da América do Sul, o MIMO Festival chega à 13ª edição e, mais uma vez, o cinema é parte importante de sua programação. Como acontece desde 2004, no mesmo período em que músicos de várias partes do mundo se apresentam por cidades históricas do Brasil, o Festival MIMO de Cinema joga luz sobre o talento de novos e veteranos cineastas do país. Desta vez, serão 27 filmes inéditos sobre música, exibidos gratuitamente em Paraty, Rio de Janeiro e Olinda, entre outubro e novembro.

Nas telas, serão projetados curtas e longas-metragens que têm a música, suas histórias e seus personagens como protagonistas. Ao todo, foram 145 inscritos, sendo 25 selecionados pelo júri e dois convidados especiais. A seleção foi feita pela cineasta Rejane Zilles e pelos críticos de cinema Marcelo Janot e Juliano Gomes. Entre os dez longas selecionados, estão os documentários Chico Science, caranguejo elétrico, de José Eduardo Miglioli; Waiting for B. de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel; Perdido em Júpiter, do cineasta baiano Deo, e Pedro Osmar, prá liberdade que se conquista de Eduardo Consonni e Rodrigo T. Marques.

  • 1 2 4