Fernando Machado

Blog

Tag Covid

Nos Bastidores da Política

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou a Medida Provisória nº 1.047, que restabelece medidas excepcionais para aquisição de bens, contratação de serviços – inclusive de engenharia– e insumos destinados ao enfrentamento à Covid-19. A maior parte das medidas constava nas Leis nº 13.979/2020 e nº 14.065/2020, cujo período de vigência expirou em 31 de dezembro de 2020. Com a MP, o governo federal pretende garantir que bens, serviços e insumos destinados ao enfrentamento da pandemia da Covid-19 estejam disponíveis no local e hora certos, para manutenção das atividades indispensáveis ao atendimento das necessidades da população, de forma diligente e racionalizada, mediante a congregação de iniciativas. Também visa promover o combate à situação de emergência em saúde, com o correspondente potencial de refazimento econômico.

O BNDES terá uma nova rodada de suspensão temporária de pagamentos de empréstimos, cumprindo sua missão de apoiar as empresas brasileiras para superar a crise. Desta vez, os beneficiados serão todos os micro e pequenos empreendedores, dos mais diversos setores econômicos, que obtiveram financiamento do BNDES por meio de instituições financeiras credenciadas. Em abril, o Ministério da Saúde distribuiu mais de 3,6 milhões de unidades de medicamentos de Intubação Orotraqueal (IOT) para todos os estados brasileiros. Até o momento, essa foi a maior distribuição de medicamentos hospitalares realizada pela pasta em um único mês, desde o início da pandemia da Covid-19.

Nos Bastidores da Política

O Brasil já registra 12.711.103 milhões de pessoas curadas da Covid-19. O número de recuperados no País é maior do que a quantidade de pacientes em acompanhamento médico (1.139.559). O registro de pessoas que se recuperaram da doença já representa a maioria do total de casos acumulados (89,3%). As informações foram atualizadas pelo Ministério da Saúde às 17h30 de sexta-feira – os dados são enviados à pasta pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde.

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, anunciou sexta-feira o lançamento do programa CAIXA Mais Solidária, que permitirá que as agências da CAIXA espalhadas por todo o país atuem como pontos de coleta de alimentos não perecíveis desde segunda-feira, para posterior distribuição a famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade.

O Ministério da Saúde iniciou o envio de 3,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para todas as unidades da federação. Produzidas no Brasil com matéria-prima importada, o lote contém 2,8 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, da Fiocruz, e 700 mil doses da Coronavac, do Instituto Butantan. Segundo o 12º informe técnico da Secretaria de Vigilância em Saúde, os imunizantes são destinados para a vacinação de idosos entre 60 e 69 anos, agentes das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente do combate à Covid-19.

Nos bastidores da política

A pandemia da Covid-19 fez com que o número de pessoas em vulnerabilidade social aumentasse. Para levar conforto a essas famílias, a Fundação Joaquim Nabuco lança a campanha Fundaj Solidária. Em parceria com a Central Única das Favelas Pernambuco, a campanha arrecadará donativos como alimentos não perecíveis, água, itens de higiene pessoal, roupas, colchões e cobertores.

Um estudo de pesquisadores da Universidade de Oxford indica que o risco de ocorrer trombose venosa cerebral (CVT, no acrônimo em inglês) em pessoas com Covid-19 é consideravelmente maior do que nas que receberam vacinas baseadas na tecnologia de RNA mensageiro (mRNA), como os imunizantes da Pfizer, Moderna e Oxford/AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação, está autorizada a contratar novos profissionais via concurso. A Lei Complementar 180/21 foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Assim, a estatal pode contratar profissionais para suprir a vacância de cargos nas diversas especialidades em que as unidades são referência.

Bastidores da Política

O Presidente Jair Bolsonaro visitou, na manhã desta quarta-feira, o Centro Avançado de Atendimento Covid, instalado no Centro de Eventos de Chapecó em Santa Catarina. A estrutura tem 75 leitos de enfermaria e 20 leitos na Unidade de Tratamento Semi Intensivo, onde os pacientes recebem tratamento adequado até terem alta ou uma transferência para o Hospital Regional do Oeste.

O presidente Bolsonaro em Chapecó (Foto: Alan Santos)

Os ministros do Turismo, Gilson Machado Neto, e da Saúde, Marcelo Queiroga, firmaram uma parceria para incentivar o uso do certificado digital de vacinação por prefeitos e governadores. E, desta forma, a critérios dos gestores locais, possibilitar a retomada segura das atividades turísticas em todo o país. O documento pode ser uma ferramenta importante no processo de reabertura e deve potencializar a movimentação de pessoas no país.

  • 1 2 8