Fernando Machado

Blog

Tag corso

De volta para o passado

Os irmãos João e Raul Valença compositores da musica Mulata (Fotos: Diário da Manhã)

Há 85 anos, fazia sucesso no Teatro Republica, no Rio de Janeiro, a encenação da peça O Teu Cabelo não Nega, música atribuída a Lamartine Babo, quando na verdade a música é dos Irmãos Valença (João e Raul) com o nome de Mulata. Ela venceu um festival de música no Recife em 1930. A peça está sendo apresentada pela Companhia de Revistas mexicana Lupe Rivas Cacho.

Há 80 anos, nascia em Pernambuco, o jornalista Marcel (Francisco Melo), que morreu no dia 21 de janeiro de 2017.

Há 80 anos, a pianista brasileira Georgette Remy, fazia um concerto no Clube Português.

Há 40 anos, o governador José Francisco Moura Cavalcanti por conta da crise do combustível, proibiu o Corso no Recife. Todavia na Avenida Conde da Boa Vista era liberado mela-mela.

Há 31 anos, se casavam na Catedral de Santa Terezinha, em Belo Horizonte, Gláucia e Guilherme Machado. A cerimonia foi presidida pelo padre Dalmo.

Carnavais que não voltam mais

Seguindo as reportagens sobre os Carnavais que não voltam mais, temos hoje dois momentos dos Corsos, pelo centro do Recife, em fevereiro de 1932 e o desfile de um Maracatu em fevereiro de 1937.

O corso na Pracinha do Diário em 1932 (Foto: Diário da Manhã)

Novamente o corso pelo centro do Recife em 1932 (Foto: Diário da Manhã)

O desfile de um maracatu na Pracinha do Diário em 1937 (Foto: Diário da Manhã)

Recordar é Viver: Carnaval de 1936

carnaval1936-maracatu-leao-coroado-dm25fev1936

O Maracatu Leão Coroado (Fotos: Diário da Manhã)

carnaval1936-batutas-de-santo-amarodm25fev1936a

O Batutas de Santo Amaro

corso-presidente-pedro-alves-dm25fev1936a

Eles eram felizes, no corso, e nem sabiam e o presidente do Quatro Diabos, Pedro Alves

Há 75 anos, os foliões estavam tristes por conta da Quarta-feira ingrata. Carnaval de 1936 foi um dos mais animados dos últimos anos. A cada ano, escreviam os jornais, o corso pelas ruas da Imperatriz e Nova, além da Avenida Guararapes e da Pracinha do Diário melhorava mais. Naquela época o corso se destacava pela originalidades dos foliões utilizando seus carros com muita maestria.

carnaval1936-bloco-batutas-da-serra-dm25fev1936

O Bloco Batutas da Serra

clube-dragões-de-momo-carnaval1936-dm25fev1936

Clube Dragões de Momo

E tudo na maior harmonia, sem brigas e direito a lança perfumes, confetes e serpentinas. O governador Carlos de Lima Cavalcanti fez questão de brincar no corso, usando seu carro particular e com ele estava o subcomandante da Brigada Militar, tenente coronel Affonso de Albuquerque, e claro com seus familiares. Foi um carnaval ordeiro e sem incidentes.

clube-alemao-carnavaldm25fev1936

O Clube Alemão

clube-de-tenis-de-boaviagem-carnaval1936-dm25fev1936a

Clube de Tênis de Boa Viagem

Nos clubes sociais outra explosão de alegria com essa musica de Capiba: “Manda embora essa tristeza, manda por favor / Pode ser que essa tristeza mate o nosso amor. / Tu andas tão triste, somente a chorar / Mas por isso eu não vou me privar de dançar / Tu sabes que eu passo o passo na rua / Mas é pensando na imagem tua. / A dançar e cantar com o meu violão / Mas não é verdade / Te digo afinal / Só faço isso pelo carnaval.”

clube-internacional-carnaval1936-dm25fev1936

Clube Internacional do Recife

clube-portugues-carnaval1936-dm25fev1936

Clube Português do Recife

Ou então este sucesso de Nelson Ferreira: “Borboleta não é ave, / Borboleta ave é, / Borboleta só é ave / Na cabeça da muié… / Borboleta, borboleta / De voar nunca se cansa, / Menina de perna fina / De socó tem semelhança… / Borboleta não é ave… / Borboleta quando fores / Lá pras bandas do Norte / Da coruja minha sogra / Leva o gênio de má sorte…” Todavia nenhum clube começava sua frevança sem tocar Vassourinhas de Mathias da Rocha e Joana Batista.

quatro-diabos-carnaval-em-veneza-corso1936-dm25fev1936

Carro de alegorias Carnaval em Veneza do Clube Quadro Diabos

quatro-diabos-borboletas-corso1936-dm25fev1936

Carro de alegorias Paraíso das Borboletas do Clube Quatro Diabos

E não podemos esquecer o desfile do Clube Quatro Diabos, leia-se o presidente coronel Pedro Alves, acho que era o Galo da Madrugada da época. As alegorias eram caprichadas e com muito requinte e beleza. Os jovens e os adultos caiam no passo como se fosse o último carnaval de suas vidas. Atualmente é funk, quadradinho e axé. Carnavais como este jamais o recifense viverá novamente.

rua-corso1936-dm25fev1936a

Olha a beleza destes dois carros no corso pela ruas do Recife

rua-corso1936-dm25fev1936b

Estes dois carros com os foliões cantando muito muito

tuna-portuguesa-carnaval1936-dm25fev1936

O Clube Tuna Portuguesa elegância no carnaval

De Volta para o Passado

andre-vidal-de-negreiros

Há 335 anos, morria em Pernambuco, o governador André Vidal de Negreiros, que nasceu em 1606.

Há 220 aos, nascia na Venezuela, o general Antônio José de Sucre, que morreu no dia 4 de junho de 1830.

Há 195 anos, as capitanias de Pernambuco e Rio Grande do Norte foram separadas.

Há 145 anos, nascia em Pernambuco, a senhora Virginia de Freitas Barbosa, mulher do governador Sérgio Loreto, que morreu no dia 22 de dezembro de 1940.

Há 101 anos, Quintino Manda Paes Barreto, José Luiz Vieira, José Glycerio Bonfim, Abelardo Costa, Augusto Franklin Ramos, Orlando Elias dos Santos, Alexandre Carvalho, Oswaldo dos Santos Ramos, Luiz de Gonzaga Barbalho Uchoa e Augusto Dornelas Câmara fundavam no átrio da Igreja da Santa Cruz do Bom Jesus da Via Sacra, o time das multidões: o Santa Cruz Futebol Clube.

Há 83 anos, era fundado no Recife por Judite Leite o Bloco Carnavalesco Misto Banhistas do Pina.

Há 75 anos, acontecia no Clube Internacional, o Bal Masqué, com traje a rigor ou fantasia. Quatro mil pessoas participaram do elegante encontro carnavalesco.

lenita-lopes3

Há 75 anos, acontecia no Teatro de Sana Isabel, o Baile dos Artistas. A Rainha foi a atriz Lenita Lopes. O Baile era coordenador pelo Grupo Gente Nossa.

c-corso-dm-40

O corso pela Rua Nova durante o Carnaval de 1940 (Foto: Diário da Manhã)

c-bloco-campoeses-em-folia-dm-40

O Bloco Camponeses em Folia desfilam pelas ruas do Recife no Carnaval de 1940 (Foto: Diário da Manhã)

Há 75 anos, sábado de Zé Pereira, o corso tomava conta das ruas do Recife e assim desfilavam os blocos tomando conta do Carnaval da cidade.

altino-ventura3

Há 15 anos, morria em Pernambuco, o medico Altino Ventura, que nasceu no dia 9 de julho de 1913.

Há um ano, morria nos Estados Unidos, a atriz Rosina Pagã, que nasceu no dia 10 de julho de 1919.

  • 1 2 4