Fernando Machado

Blog

Tag cônsul

De Volta para o Passado

Há 110 anos, nascia nos Estados Unidos, o cartunista Lee Falk, que morreu no dia 13 de março de 1999.

Há 105 anos, chegavam ao Recife, o Embaixador do Brasil nos Estados Unidos Manuel Oliveira Lima e sua esposa Flora.

Há 100 anos, nascia no Rio de Janeiro, o jornalista Fidelis dos Santos Amaral Neto, que morreu no dia 17 de outubro de 1995.

Há 80 anos, nascia em Minas Gerais, o jornalista Eliakim Araujo, que morreu no dia 17 de julho de 2016.

Há 70 anos, chegavam ao Recife, o novo cônsul da França Albert Dahoui e a consulesa Nadine. Ele vai substituir Etienne Durand.

Zuleide Sá Pereira de Sá  (Foto: Concurso)

Há 65 anos, Zuleide Sá Pereira de Sá, de 18 anos, era escolhida como Miss Circulo Militar do Recife de 1956. Participaram da seletiva Elisa Maria Silveira, Terezinha Sá Pereira e Laurenita Ribeiro Paiva.

Há 60 anos, era lançada pelo Náutico Carmen Rodrigues, ao Miss Pernambuco de 1971. Tinha 18 anos e 1m70.

Há 60 anos, morria em PE, o jornalista Jorge Abrantes dos Santos, que nasceu no dia 22 de março de 1917.

Há 59 anos, se casavam na Ordem III de São Francisco, Vera e José Moura.

Há 45 anos, o médico Waldemir Miranda era eleito para ocupar a cadeira numero 11 da Academia Pernambucana de Letras.

 

Há 20 anos, morria no Rio de Janeiro, o artista plástico Carlos Scliar, que nasceu no dia 21 de junho de 1920.

Fatos Diversos

O cônsul-Geral do Japão Hiroaki Sano e senhora convida para comemoração da Data Nacional do seu país, que é o aniversário do Imperador do Japão, sem recepção presencial por conta da pantemia da Covid. Mas hoje, às 18h, teremos uma recepção virtual que poderá ser visto pelo link: https://youtu.be/K_f8r8qq1Tk.

A banda Clave de Fá comemora seus 4 anos, pelo Youtube, aproveitando o momento propício a um maior recolhimento e autorreflexão, as líderes do grupo musical Bella Andrade e Cynara Casé escolheram um clássico marcante que reflete muito afeto e emoção para imprimir a personalidade musical.

Flashes

Hoje estamos na quarta-feira de Cinzas, por sinal incomum. Vamos torcer para que no próximo ano possamos ver o desfile dos Blocos Líricos.

Lolita Rowdrigues mora em João Pessoa com a filha médica Silvia Rodrigues, desde 2015. E reapareceu aos 91 anos para se vacinar.

A Estácio lançou cerca de 160 novas opções de cursos de pós-graduação, com foco em áreas que são apontadas como tendências do pós-pandemia.

Amanhã, às 18h, na Igreja de N. S. da Piedade, em Piedade, a missa de 7º dia, de Maria Augusta Costa Cavalcanti. Assista no @flavinha47.

Pai afasta de mim Católicos que aceitam a Campanha da Fraternidade de 2021, pois ela remete ao aborto e a teoria do gênero.

A eterna cônsul dos Estados Unidos, Maria Sanchez fez seu carnaval com muito frevo, na sua casa de Washington D.C. Fora a neve morria de inveja.

A defensora pública Marta Freire, née Brito Alves, não poupou elogios ao nosso blog. “Fiz uma viagem pelos carnavais do passado”, concluiu.

Carnaval e Música Inesquecíveis – II

Continuamos divulgando aquele Carnaval que marcaram a vida de pessoas ligadas a Pernambuco. Também procuramos saber qual a musica inesquecível. Hoje temos os depoimentos da cônsul dos Estados Unidos Maria Sanchez-Carlo, o professor de Educação Física Tarcisio Miranda Cavalcante e a Miss Brasil Mundo de 1959 Dione Oliveira Brach.

Maria Sanchez-Carlo é uma pernambucana de coração (Foto: Fernando Machado)

A diplomata norte-americana Maria Sanchez-Carlo – confessa que o primeiro a gente não esquece. Foi aquele ao lado de Débora e Jorge Pinho, em 1992. E o que mais lembro foi o de 1995, que minha irmã, Vanessa foi me visitar e até botamos adornos na cabeça e caímos no passo. Quanto a música não podia ser outra: Vassourinhas de Matias da Rocha e Joana Batista Ramos e claro Voltei Recife de Luiz Bandeira.

O técnico de basquetebol Tarcísio Miranda Cavalcante adora carnaval (Foto: Face)

O professor de Educação Física Tarcisio Miranda Cavalcante – respondeu que gostava muito dos carnavais de clube, principalmente os do Português. Eram maravilhosos. Em 1978 e 1979 participei da Banda de Pau e Cordas, tocava nos jardins do clube e uma vez na abertura do baile. Salão inesquecível! As musicas são Ultimo Dia de Levino Ferreira e o Hino de Elefante, de Claudio Nigro e Clóvis Pereira é uma homenagem a Olinda.

Miss Brasil Mundo de 1959 Dione Oliveira Brach (Foto: Divulgação)

Miss Brasil Mundo de 1959, Dione Oliveira Brach, reside na Alemanha com o marido Wolfgang Brach – “O meu carnaval inesquecível foi aquele brinquei quanto tinha 10 anos de idade e minha fantasia era de cigana. Nunca esqueci este Carnaval”. Quanto a música não poderia ser outra Vassourinhas, de Matias da Rocha e Joana Batista Ramos. “Como sinto saudades do Carnaval do nosso Brasil, principalmente o de Pernambuco, mas os de antigamente”, concluiu Dione.