Fernando Machado

Blog

Tag concurso

Vera Maria vence o Miss Pernambuco de 1967

Há 55 anos, nos salões do Clube Internacional do Recife, acontecia a eleição de Miss Pernambuco de 1967, com renda revertida para o Instituto Guararapes leia-se Nair Borba. A vencedora foi Vera Maria Silva, Miss Circulo Militar do Recife. As atrações da noite foram os cantores Claudionor Germano e Nadja Maria, além da orquestra de José Menezes.

Vera depois de enfaixada por Raiolanda (Foto: Jornal do Commercio)

Participaram do concurso Vera Maria Silva (Circulo Militar), que usou um modelo desenhado por Marcilio Campos e confeccionado pela Art Modas, Lourdinha Nunes (Clube Intermunicipal de Caruaru), Ieda Arruda Alencar (Clube Internacional do Recife), Maria das Graças Pinheiro (Náutico), Maria Amélia Almeida (Santa CruzFutebol Clube), Lúcia Santa Rita (Sport Clube do Recife) e Meire Ferreira Lima (Clube Português do Recife).

Vera Maria Silva na praia de Boa Viagem diante de uma jangada (Foto: O Cruzeiro)

O júri formado pela consulesa da França, Jaqueline de Hanazel, Carmen Tartaruga, Eneida di Lemos, Zelia Peixoto, Abelardo Rodrigues, Edwal Carvalho e Hilton Mota, escolheu como a mais bela pernambucana a gaucha Vera Maria Silva, do Circulo Militar. Em segundo lugar ficou Maria das Graças Pinheiro (Náutico) e em terceiro lugar Lucia Santa Rita (Sport).

Vera Maria Silva de maiô e de longo (Fotos: O Cruzeiro) 

Vera tinha um 1m68, 92cm de busto e quadris, não acreditou que tinha vencido e demorou a se dirigiu ao palco para receber a faixa da Miss Pernambuco de 1966, Raiolanda Castelo Branco. Informação importante: A favorita do público era Maria das Graças Pinheiro (Náutico), prima da Miss Pernambuco de 1961, Maria Lúcia Santa Cruz.

Zayra Pimentel vence o Miss Pernambuco de 1957

Zayra Pimentel na passarela do Português de maiô e longo by Dodô Santos Dias (Fotos: Divulgação)

Há 65 anos, a jovem Zayra Pimentel, do Náutico, era eleita Miss Pernambuco de 1957, durante festa nos salões do Clube Português, que estavam lotado. Disputaram o titulo as jovens Berenice Souza Barros (Atlântico Olindense), Flávia da Veiga Pessoa (Sport), Maria Josefina Malta Mauricéa (Aero Clube), Marluce Laranjeiras (Internacional), Roselis Niceas (Cabanga), Sônia Maria Campos (Circulo Militar), Violeta Botelho (Português) e Zayra Moreira Pimentel (Náutico).

Sônia Maria Campos, Zayra Pimentel e Violeta Botelho (Foto: Acervo de ZP)

O concurso foi apresentado por Fernando Castelão. Vieram prestigiar a noitada da beleza Maria Zélia de Almeida Cardoso (Miss Paraíba) e Maria Helena Moraes e Silva (Miss Sergipe). A comissão julgadora foi composta por Fédora Fernandes, Ladjane Bandeira, Telma Vasconcelos, Mauro Mota, Mario Henrique da Silva, Abelardo Rodrigues, Lula Cardoso Ayres, Vicente do Rego Monteiro, Altamiro Cunha, Álvaro Ferraz e Valdemar de Oliveira.

Mauro Mota entregando o prêmio para Zayra, sendo ladeada por Sonia Campos e Violeta Botelho (Foto: Divulgação)

E o resultado foi o seguinte: Zayra, que usou um modelo coral by Dodô Santos Dias, ficou no primeiro lugar; Sônia Maria Campos em segundo lugar (no ano seguinte representando o Santa Cruz foi eleita Miss Pernambuco de 1958), e em terceiro lugar Violeta Botelho, que foi vaiada por não ter desfilado de maiô e sim de bermudão. Em 1961, Zayra foi Rainha do Carnaval do Recife e representou a AABB no concurso de Miss Guanabara.

Sônia Maria Campos, Zayra Pimentel, Nelbe Souza e Violeta Botelho (Foto: Acervo de ZP)

Mister Supranacional Brasil de 2022

Luiz Mello de Alagoas e Arthur Sávyo de Pernambuco (Fotos: Concurso)

Hoje, às 20h, no Centro de Convenções do Sibara Hotel, no Balneário Camboriú, Santa Catarina, acontecerá à escolha do Mister Brasil CNB 2022. Estarão no palco 42 candidatos de várias partes do Brasil. Entre os candidatos estão engenheiros, médicos, aspirantes a ator, personal trainers, um bailarino clássico e até um imitador de personalidades. O nível está muito bom. O vencedor segue até Nowa Saczy, na Polônia, onde disputará em 16 de julho o Mister Supranational 2022. Além disso, ele ganhará uma viagem a Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Renan Felz do Espírito Santo e Acimar Freitas do Rio Grande do Sul (Fotos: Concurso)

No âmbito social, o novo Mister Brasil CNB será um embaixador da luta contra a hanseníase no Brasil. O atual detentor do título, o amazonense William Gama, não concorreu ao título mundial de Mister Supranational 2021, tendo sido substituído pelo segundo colocado, o gaúcho João Henrique Helmes. Apesar de passar a faixa em Camboriú, William Gama deverá competir em outro concurso internacional ainda em 2022. Pelas fotos os melhores são

Jefferson Delgado de Goiás e Lucas Laet de Guanabara (Fotos: Concurso)

Man of the World

Tacir Mermer da Belgica e Renato Souza Junior do Brasil (Fotos: Concurso)

O IV Man of the World, está marcado para o dia 18 de junho, na cidade de Baguio, nas Filipinas. Até agora estão na disputa 35 candidatos. O Man of the World é um concurso internacional de beleza masculina que começou em 2017, que enfatiza a importância da educação e do desenvolvimento de carreira. O concurso é organizado pela fundação Prime Event Productions Filipinas, que também organiza o concurso anual Misters of Filipinas. O presidente do concurso é Carlos Morris Galang.

Mister Líbano Nabil Besher (Foto: Concurso)

O Man of the World Pageant é considerado um dos seis mais importantes concursos internacionais de beleza masculina, ao lado do Mister World, do Mister International, do Manhunt International, do Mister Supranational e do Mister Global. O detentor do título é Jin Kyu Kim, da Coreia, que foi coroado em 29 de julho de 2020, depois que os organizadores destronaram o vencedor búlgaro Daniel Georgiev por se recusar a assinar um contrato exclusivo com a organização.

Nguyễn Hữu Anh do Vietnã (Foto: Concurso)