Fernando Machado

Blog

Tag compositora

Bravo, Bella Schineider!

O Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) promove uma apresentação da cantora e compositora Bella Schneider hoje, às 19h, pelo canal do espaço cultural no YouTube. Para esse pocket show especial, a pernambucana preparou versões acústicas para músicas de alemães como Tim Bendzko e Phillip Poisel e de artistas de outros países, como a norte-americana Lady Gaga e a inglesa Dua Lipa. Também fez versões para composições próprias que integram o primeiro álbum de estúdio dela. Lançado em novembro de 2020, “ELA” está disponível em várias plataformas de streaming.

Bella Schneider (Foto: Johann Schneider)

Parte dessa mistura se dá pelo fato de que a artista tem familiares alemães, como é possível imaginar por causa do sobrenome desta pernambucana. Bella Schneider já morou no país europeu e, em 2020, tornou-se Alumni CCBA para aprofundar seu conhecimento do idioma. Essa é, por sinal, uma escolha comum entre pessoas que têm familiares em outros países ou mesmo que passaram a infância nestes lugares, pois assim elas podem estudar questões gramaticais específicas, por exemplo.

A cantora e compositora Bella Schneider (Foto: Johann Schnieder)

Tão importante na vida de Bella Schneider, a música faz parte do processo de aprendizado da artista. Bella Schneider, que também canta em inglês e espanhol, compôs recentemente uma homenagem para a sua Oma / avó, Christina Petronella Schneider. Nascida no Recife, Bella Schneider ficou nacionalmente conhecida ao participar da quarta temporada do programa The Voice Brasil. Mas ela começou a se interessar pela música bem antes: Compôs a primeira música aos 5 anos de idade e, aos 8, começou a ter aulas de piano, canto, dança e teatro. Aos 11 anos, Bella Schneider se apresentou como solista de um coral no Recife e ganhou bolsas de estudo no Brasil e Europa.

Anotações do Cotidiano

No dia 16 de fevereiro o restaurante Oficina do Sabor do Chef Cesar Santos vai ser mais especial! No menu, a Tradicional Feijoada do Chef com um open bar de cerveja, caipifruta, suco, refrigerante e água. Além disso, cada pessoa receberá uma edição especial do Prato da Boa Lembrança, criado exclusivamente para a ocasião. As vagas são limitadas. Garanta sua presença fazendo sua reserva pelo WhatsApp (81) 99207-3524

A cantora Bela (Foto: Divulgação)

A cantora e compositora Bela grava a sua versão de Feliz e Ponto do Silva. O vídeo foi produzido pela byDream, com o Léo Rodrigues no violão. Feliz e Ponto do Silva fala sobre usar o amor como moeda de troca em qualquer situação. Tem uma mensagem linda! “Quis fazer uma versão dessa canção para propagar esse sentimento tão necessário nos dias de hoje”, comenta Bela. Confira: https://youtu.be/BZSnu_SD5Pc.

Pandemia de Amor by Giulia

A cantora e compositora Giulia Levita, participante do The Voice Kids Brasil 2019 que atualmente vive em Miami lançou em suas redes sociais a música chamada Pandemia de Amor. A letra e música de autoria de Giulia, neste momento de quarentena, chama atenção para a união, amor, solidariedade e consciência do mundo para a necessidade de cuidarmos uns aos outros.

Giulia Levita em tempo de pandemia (Foto: Instagram)

Giulia que canta em três idiomas, escolheu dessa vez o idioma espanhol, legendado em português e já avisou que irá legendar em outros idiomas para que essa mensagem possa ser transmitida ao mundo inteiro. Quem quiser ouvir acesse: https://www.youtube.com/channel/UCup5nGAf2UKClCzMJSJ_wEA.

De volta para o passado

Há 110 anos, morria em Pernambuco, o executivo Caetano de Andrade, que nasceu no dia 8 de maio de 1877.

Há 100 anos, nascia no Rio de Janeiro, a vedete Virginia Lane, que morreu no dia 10 de fevereiro de 2014.

Há 85 anos, morria no Rio de Janeiro, a compositora Chiquinha Gonzaga, que nasceu no dia 17 de outubro de 1857.

Violeta Botelho e Marcilio Campos (Fotos: Revista Querida/Fernando Gusmão)

Há 60 anos, Violeta Botelho com Maria Tereza, a Rainha da França, criada pelo figurinista Marcílio Campos, vencia o concurso de fantasias, categoria luxo no Baile do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Há 50 anos, se casavam na Madre Deus, Eliane de Oliveira Andrade e Affonso Neves Baptista Neto. O vestido da noiva foi do figurinista Marcilio Campos e a cerimônia foi conduzida pelo Padre Santana.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, a primeira vereadora do Recife, Almira Carneiro, que nasceu no dia 8 de março de 1910.

Há 10 anos, morria em São Paulo, o colecionador José Mindlin, que nasceu no dia 8 de setembro de 1914.

  • 1 2 4