Fernando Machado

Blog

Tag competição

Manhunt Internacional é Amanhã

Amanhã, o Manhunt International de 2021 Paul Luzineau, passará a coroa ao seu substituto, em Okada, em Manila, nas Filipinas. A primeira competição foi realizada em 1987, mas naquela época era apenas uma competição nacional para homens de Cingapura. Alex Liu, presidente da Metromedia Singapore, foi quem deu à luz a ideia do primeiro concurso de beleza masculino. Ele fundou e construiu a primeira competição Manhunt em Cingapura.

Os candidatos ao titulo de terno (Foto: Concurso)

Em 1993 , Manhunt tornou-se oficialmente um concurso de beleza internacional, com o nome de Manhunt International . A primeira competição Manhunt International foi realizada na Gold Coast, na Austrália, com a vitória de Thomas Sasse, um competidor da Alemanha. A Suécia e a China venceram duas vezes o concurso. O Brasil nunca venceu. Devido ao falecimento de Alex em 2018, o comando do certame passou ao empresário Rosko Dickinson.

Christian Vazquez de Porto Rico (Foto: Concurso)

Os participantes são: Marcus Max Karsten (África do Sul), Ertug Muslu (Alemanha), Lochie Carey (Austrália), Hendson Baltazar (Brasil), Viktor Rusinov (Bulgária), Samuel Albert (Canadá), Bakit Tolegenov (Cazaquistão), Junhyeok Chang (Coreia), Gerardo Ojeda (El Salvador), Alexander Calco (Espanha), Elijah van Zanten (Estados Unidos), Jefferson Andrade (Fernando de Noronha), Joshua de Sequeira (Filipinas), Cedric Cabane (França), Zacharias Ktistakes (Grécia), Cas Hagman (Holanda), Rakesh Mongmaithem (India).

Viktor Rusinov da Bulgária (Foto: Concurso)

Ainda Deo Nikolas (Indonésia), Kiichiro Sakamoto (Japão), Edward Kong (Malásia), Thart Htet Aung (Mianmar), Bikalp Shrestha (Nepal), Lam Chris Chidubem (Nigéria), Jaime Garcia (Panamá), Raheel Muhammad Saleem (Paquistão), Daniel Jares (Peru), Marcin Niedzielski (Polônia), Darren Kessler (Singapura), Supun Maduranga (Sri Lanka), Toto Pakorn Rodkhumpiyaset (Tailandia), José Luis Trujillo (Venezuela) e Trân Manh Kiêm (Vietnã).

Noticias da Paraíba

A paraibana Nara Marques, 36 anos, venceu o II Juju Boot Camp. Nara superou a paulista Ísis Maia Bello, e a sul-mato-grossense Lid Fernandes, foram segundo e terceiro lugares respectivamente. No episódio que foi ao ar terça-feira, as finalistas tiveram de encarar três desafios. No primeiro, elas montaram looks inspirados nos anos 50, 70 e 80 e tiveram de justificar as escolhas de figurino, maquiagem e acessórios. Ísis foi a vencedora do desafio e conquistou uma vantagem de 30 segundos no circuito boot camp, a segunda prova do dia. Nara ficou em segundo lugar e teve 10 segundos de vantagem.

No circuito boot camp, Nara é expert e foi a maior vencedora ao longo de toda a competição, conquistando o melhor tempo por seis vezes. Por fim, elas fizeram muita força para manipular uma alavanca e colocar um jipe com peso de 1 tonelada em movimento. Todas conseguiram conquistar o objetivo. Porém, somando o tempo do circuito e da prova final, Nara foi a mais rápida e é a vencedora do Juju Boot Camp! Esta segunda temporada de começou com 22 participantes e levantou questões importantes como racismo, distúrbios alimentares, violência doméstica, entre outras, a partir das histórias de vida de cada uma das candidatas.

Noticias do Ceará

A etapa nacional da Imagine Cup, que acontece em Fortaleza, vai contar com a participação de três projetos cearenses que disputarão o título na competição considerada a Copa do Mundo da Tecnologia. Os trabalhos estão entre os 15 finalistas da etapa nacional da XV Imagine Cup, competição organizada pela Microsoft que elege as melhores invenções de estudantes valendo-se da utilização da plataforma Cloud Computing (computação em nuvem). O evento ocorrerá nos próximos dias 17 e 18, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Cineteatro São Luiz.

Com investimento de R$ 59,5 milhões, o Ceará Filmes – Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital foi lançado ontem governador Camilo Santana juntamente com o diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Manoel Rangel. O evento aconteceu no cinema do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza. O programa tem o objetivo de ampliar a articulação e a política para o audiovisual e a arte e cultura digital cearense.

I Love Miss America

No próximo dia 15, no Boardwalk Hall, em Atlantic City, vamos ter o 87º concurso de Miss América. Estão participando do concurso 50 candidatas. O primeiro Miss América foi realizado, em duas etapas e final no dia 8 de setembro de 1921, em Atlantic City, em Nova Jersey. O evento daquele ano foi chamado de Atlantic City Pageant. A prova de talentos, a principal do programa do concurso, foi criada em 1935.

m-miss-america-1921a

As candidatas ao Miss América de 1921 (Foto: Divulgação) 

Nessa época, mulheres “não-brancas” foram barradas da competição, restrição somente derrubada em 1970. Em 1951, Miss América, Yolande Betbeze, causou o maior rebu pois não quis posar de maiô para propaganda do concurso. Por conta disso a Catalina retirou seu patrocínio e criou os concursos Miss USA e Miss Universo, realizados a partir do ano seguinte, em Long Beach, na Califórnia, e com uma visibilidade global maior. O concurso de 1955 foi o primeiro a ser transmitido. 

m-misses

As candidatas ao Miss América 2014 (Foto: Divulgação)

Durante a década de 60, chegou a ser o programa mais assistido da televisão  norte-americana e passou a ser considerado um símbolo nacional. Os protestos feministas de 1968 do Women’s Liberation derrubaram os índices de audiência até então altos do Miss America. Em 1984, a atriz e cantora Vanessa Williams se tormou a primeira negra a ser coroada Miss América. Nos anos 90, o Miss América sofreu nova reformulação e chegou ao formato atual.

m-margaret-gorman

Margaret Gorman, Miss América de 1921 (Foto: Divulgação)

 Desde os anos 60, a popularidade do concurso vinha despencando, chegando ao ponto da ABC cancelar a transmissão do concurso em 2005. A primeira Miss América foi vencida pela Miss Washington DC, Margaret Gorman. As demais finalistas foram Virginia Lee (New City) e Kathryn Gearon (Camden, New Jersey). Participaram ainda do concurso Emma Pharo (Harrisburg), Margarete Bates (Newark), Hazel Harris (Ocean City), Nellie Orr (Philadelphia) e Telma Matthews (Pittsburgh).