Fernando Machado

Blog

Tag catedral

Um passeio pelas artes

A artista plástica franco-pernambucana Marianne Peretti, esteve em Brasília, terça-feira, para uma reunião com a equipe de arquitetos de Oscar Niemeyer. Em pauta, o restauro da Catedral de Brasília, que tem em seus vitrais o talento da artista plástica radicada em Olinda. A Catedral, obra de Niemeyer, vai passar por grande reforma até o aniversário de 50 anos da capital, em 2010.

As arquitetas pernambucanas Bruna Lobo, Danielle Paes Barreto e Soraya Carneiro Leão, do Arqmulti Escritório de Arquitetura, assinaram a recente reforma da loja Florenzzi, no Hiper Center de Casa Forte, que ganhou uma repaginada.

Lumina e Arlindo

Muito bonito o casamento de Maria Willhelma Pil e Arlindo Bagnara Junior, realizado no dia 6 de junho na Catedral Anglicana de Curitiba (PR). oficiado pelo bispo Nuadal Gomes, auxiliado pelos reverendos Flavio Irala e Maria das Graças Bernardino.

Zenaide Barbosa entrou com o pai do noivo, Arlindo Bagnara, ao som de Asa Branca, que, aliás, foi a principal musica do seu próprio casamento, realizado em 1980, na chácara da pintora Ezilda Goiana, em Aldeia. Lumina entrou com o pai, Noel Pil. E o toque diferente da cerimônia foram os simbolismos adaptados por Zenaide inspirado num casamento celta. As amigas da família entram em procissão, logo depois da noiva, e lhe oferecem elementos que depois são depositados no altar.

lumina-pil
A bonita noiva Lumina e seu vestido linha princesa (Foto: Divulgação)

A água com pétalas de rosa, na qual os noivos lavam as mãos um do outro, representando o apoio e a ajuda que se darão mutuamente ao longo da vida de casados. Ramos de trigo, simbolizando o pão, para que nunca falte na mesa. Mel, para adoçar o relacionamento, azeite, abençoando a saúde, e o sal, para dar tempero ao relacionamento.

A recepção aconteceu no belo Meza Notte, em Sta. Felicidade. A decoração em preto e branco com rosas brancas foi muito elogiada. O bufê outro item nota dez. Depois da valsa, começaram as brincadeiras: os convidados receberam kits contendo máscaras, óculos coloridos, boás, pulseiras e colares de neon e mais um mundo de coisas loucas. Todos se fantasiaram e começaram as danças, que foram até as quatro da manhã. Do Recife estavam Joezil Barros, Magaly e Moisés Wolfenson, Rejane e Adelmar Lyra, Clara e Carlos Fernando Moreira, Eliane Sá e a jornalista Rachel Motta. De Brasília, o primo Frederico José de Oliveira.

  • 1 8 9