Fernando Machado

Blog

Tag casa

De Volta para o Passado

Há 115 anos, nascia nos Estados Unidos, a atriz Janet Gaynor, que morreu no dia 14 de abril de 1984.

Há 105 anos, nascia no Rio Grande do Sul, a filantropa Nair Pinto Borba, que morreu no dia 8 de outubro de 2004.

Há 75 anos, o governador Carlos Lacerda era homenageado com um almoço no Clube Português.

Há 65 anos, nascia em São Paulo, o lateral esquerdo Antônio Dionísio Filho, que morreu no dia 16 de fevereiro de 2015.

Há 55 anos, o prefeito Augusto Lucena, inaugurava a Casa da Cultura, ex Casa de Detenção de Pernambuco.

Há 45 anos, morria no Rio de Janeiro, a figurinista Zuzu Angel, que nasceu no dia 5 de junho de 1921.

Há 40 anos, morria no Rio de Janeiro, o compositor Vitor Assis Brasil, que nasceu no dia 28 de agosto de 1945.

Há 35 anos, morria na França, a escritora Simone de Beauvoir, que nasceu no dia 9 de novembro de 1908.

Há um ano, morria em Pernambuco, o jornalista Valdi Coutinho, que nasceu no dia 25 de outubro de 1942.

Há um ano, morria no Ceará, o arcebispo de João Pessoa, Dom Aldo Paganotto, que nasceu no dia 16 de setembro de 1949.

Fatos Diversos

“Registro nosso agradecimento pela linda homenagem prestada pela partida do nosso querido Artista do sagrado e Carnavalesco do nosso amado Bloco da Saudade, Carlos Ivan Vieira de Melo, uma despedida de um inestimável amigo e companheiro da Alegria! EVOÉ” nos enviou essa mensagem foi à pastora do Bloco da Saudade, Maria Claudia Guerra Cabral de Melo.

A Casa da Criança Marcelo Asfora, de Casa Forte, está em dificuldades desde o início da pandemia da Covid-19, pois suas atividades foram interrompidas em março de 2020 e as doações das quais sobrevive caíram. A Casa continua distribuindo cestas básicas para ajudar as famílias que atende. Para colaborar com a essa atividade, o Plaza Shopping transformou o seu drive thru em um ponto de coleta de alimentos não perecíveis em benefício da instituição.

Nos Bastidores da Política

Consumidores, prestadores de serviços dos setores de turismo e cultura, artistas e profissionais contratados para eventos terão um novo prazo para remarcação, concessão de crédito ou devolução de valores referentes a atividades, reservas e eventos turísticos e culturais cancelados em 2020 e 2021 em razão da Covid-19. A novidade foi possível graças a Medida Provisória n° 1.036, assinada pelo Presidente Jair Bolsonaro e publicada no dia 18, no Diário Oficial da União.

O novo Auxílio Emergencial do Governo Federal deverá atender 45,6 milhões de famílias a partir de abril. Quinta-feira, o Presidente Jair Bolsonaro assinou duas Medidas Provisórias que tratam do pagamento do novo benefício que variará entre R$ 150 e R$ 375 e será pago em quatro parcelas mensais a partir de abril. O investimento do Governo é de R$ 43 bilhões, incluindo os custos operacionais do programa.

O sonho da casa própria está sendo realizado para 4,7 mil pessoas de Nova Iguaçu, na baixada fluminense. Sexta-feira, o Ministério do Desenvolvimento Regional entregou 1.180 moradias no Residencial Parque Laranjeiras, no bairro Campo Alegre. O ministro Rogério Marinho participou da entrega das chaves aos novos moradores. Esta é uma entrega parcial do empreendimento, que recebeu cerca de R$ 192 milhões em investimentos federais. Outras 820 unidades ainda estão em construção e serão repassadas à população.

Nos bastidores da Política

A Casa Civil reúne, desde o dia 12 de março, representantes de ministérios e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para coordenar o apoio do Governo Federal a estados e municípios na logística de distribuição de oxigênio medicinal para unidades de atendimento à saúde. Nas reuniões de coordenação com os ministérios da Saúde, Economia, Infraestrutura, Defesa e Secretaria de Governo, a Casa Civil articula ações conjuntas para complementar a atuação de governadores e prefeitos e para a mobilização das empresas e da indústria, visando à aquisição e ao transporte de oxigênio e outros insumos ligados à sua disponibilização, como cilindros metálicos, carretas criogênicas, tanques de armazenamento, entre outros, tudo com o objetivo de ampliar a capacidade de oferta em todas as regiões do país.

A fim de valorizar a importância de Brasília na construção da identidade nacional e para fortalecer a cidade como um destino turístico, a Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou um Projeto de Lei que inclui setembro como o mês do turismo cívico no calendário oficial de eventos do DF. O objetivo é que a capital federal se destaque para além da tradicional celebração de 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. O PL ainda precisa ser sancionado pelo governador Ibaneis Rocha. Em meio à pandemia, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal criou diferentes rotas virtuais de Brasília. Entre os passeios online, a Rota Cívica oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer as principais instituições governamentais, monumentos e locais históricos, como o Pavilhão Nacional, o Panteão da Pátria, o Memorial JK e o Museu do Catetinho.