Fernando Machado

Blog

Tag carnaval

Pausa Poética

“Podem dançar e cantar / Não levam não, / A saudade do meu coração.” Aldemar Paiva (1925/2014)

Ouça a musica https://www.youtube.com/watch?v=m03KasgdafA

Carnaval e Música Inesquecíveis III

A Defensora Pública Marta Brito Alves Freire (Foto: Fernando Machado)

A Defensora Pública Marta Freire née Brito Alves – Meu Carnaval inesquecível foi o de 1971 e a minha musica favorita é Valores do Passado de Edgard Moraes e Hino do Bloco da Saudade. Para quem não sabe Marta gravou um CD de musicas de carnavais em 2007, por sinal maravilhoso.

O dermatologista Tancredo Albuquerque (Foto: Face)

O dermatologista Tancredo Albuquerque frisa que o seu carnaval inesquecível foi o de 1972. Ano que passei no vestibular. Tínhamos o corso da Conde da Boa Vista com paradas no Edf. Pirapama e as 4 noites de bailes no  Clube Português (domingo e terça), a segunda era no clube internacional, isso tudo sem falar das prévias que começavam 4 semanas antes. À música de sucesso mais tocada foi Uma Pequena Notável da Império serrano do pernambucano Fernando Pinto, o nosso querido Fernando Carcará, falecido tragicamente em acidente automobilístico vindo do barracão da império.

A imortal e presidente do IAHGPE Margarida Cantarelli (Foto: Fernando Machado)

A Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico Pernambucano, desembargadora federal e imortal Margarida de Oliveira Cantarelli nos conta “eita, amigo! Abriu o baú das boas lembranças. O carnaval inesquecível foi o de Máscara Negra, de Zé Keti. Penso que é o de 1967! E especialmente o baile do Clube Português. Mais detalhes? …. hum…. não devo! Rsrsrs”.

De Volta para o Passado

Há 105 anos, morria em Pernambuco, Monsenhor Antonio Fabrício de Araujo Pereira, reitor do Seminário e diretor do Colégio Salesiano, que nasceu no dia 5 de novembro de 1853.

Há 85 anos, era inaugurado, na Avenida Martins de Barros, o Hotel Avenida, de Francisco H. Costa. O projeto foi do engenheiro Manoel Cesar de Moraes Rego. (Foto: Diário da Manhã)

Carlos Lima Cavalcanti cortando a fita simbólica (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, o governador Carlos de Lima Cavalcanti e o presidente Antônio Gaspar Lages inauguravam a sede do Clube Português do Recife, na Avenida Rosa e Silva.

O dancing do Clube de Tênis de Boa Viagem (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, acontecia um baile de Carnaval, no Clube de Tênis de Boa Viagem.

Pausa Poética

“Colombina, a cidade está triste. / E o vazio a última taça de luxuria e do prazer. / Morreu o carnaval. / Já vem surgido o dia…/ E eu não te quis possuir…/ Nem te soube querer.” Austro Costa (1899/1953)