Fernando Machado

Blog

Tag candidatas

Uma deusa de ébano é a Miss Grande Internacional

Aurra Kharishma, Samantha Bernardo, Abena Akuaba Appiah, Ivana Batchelor e Lalá Guedes (Foto: Concurso)

Aconteceu sábado, no Show DC Hall, em Bangkok, na Tailândia, a escolha da Miss Grande Internacional. O cenário estava espetacular, moderno e com muitos recursos visuais, a abertura foi linda demais. O apresentador Mathew Deane esteve perfeito. Não gostei dos maiôs, pois eram cavados demais. Já os biquines bem elegantes. Pela primeira vez uma deusa de ébano vence o concurso. Estamos nos referindo a norte-americana Abena Akuaba Appiah que foi coroada pela Miss Grande Internacional de 2019, Valentina Figuera, da Venezuela.

Ivana Batchelor e Valentina Figueira ajudando Abena Akuba Appiah visivelmente emocionada e de traje de noite (Fotos: Concurso)

Desfilaram 63 candidatas e ficaram no TOP 20: Mariana Varela (Argentina), Lala Guedes (Brasil), Chily Tevy (Cambodja), Denisa Spergerová (Republica Tcheca), Lady Laura León (Republica Dominicana), Luciana Martínez (El Salvador), Stephanie Wyatt (Inglaterra), Ivana Batchelor (Guatemala), Aurra Kharishma (Indonésia), Ruri Saji (Japão), Irene Ng’endo Mukii (Quênia), Angela Yuriar (México), Nguyễn Lê Ngọc Thảo (Vietnã), Angie Keith (Panamá), Maricielo Gamarra (Perú), Samantha Bernardo (Filipinas), Fabiola Valentín (Porto Rico), Namfon Chantarapadit (Tailandia), Abena Akuaba Appiah (Estados Unidos), e Han Lay (Mianmar).

Valentina Figuera coroando Abena Akuaba Appiah (Foto: Concurso)

Este foi o primeiro concurso realizado presencialmente. O TOP 10 ficou assim: Denisa Spergerová (Republica Tcheca), Fabiola Valentín (Porto Rico), Abena Akuaba Appiah (Estados Unidos), Ivana Batchelor (Guatemala), Namfon Chantarapadit (Tailandia), Mariana Varela (Argentina), Lala Guedes (Brasil), Aurra Kharishma (Indonésia), Samantha Bernardo (Filipinas) e Chily Tevy (Cambodja).

Lalá Guedes do Brasil e Ângela Yuriar (Fotos: Concurso)

No TOP 5 ficaram Abena Akuaba Appiah (Estados Unidos), Samantha Bernardo (Filipinas), Lala Guedes (Brasil), Aurra Kharishma (Indonésia) e Ivana Batchelor (Guatemala). No 5º lugar ficou Lala Guedes, no 4º lugar Aurra Kharishma, em 3º lugar Ivana Batchelor, em 2º lugar ficou Samantha Bernardo e a vencedora, conforme informamos no principio a foi norte-americana Abena Akuaba Appiah, de 21 anos. A brasileira Lala Guedes ganhou o titulo de Melhor Traje de Banho e a mexicana Ângela Yuriar, como o melhor Traja de Noite.

Algumas candidatas no desfile de traje de banho na preliminar (Foto: Concurso)

Hoje tem Miss Grande Internacional

O VIII Miss Grande Internacional será realizado amanhã, no Show DC Hall, em Bangkok, na Tailândia. Vão participar do concurso 63 candidatas. A vencedora será coroada pela Miss Internacional de 2020 Valentina Figuera da Venezuela. O concurso pertence ao jornalista Nawat Itsaragrisil e foi fundado em 2013, na Tailândia e a vencedora foi Janelee Chaparro de Porto Rico. É o primeiro concurso a retornar de volta presencial.

Chily Tevy de Cambodia e Fiona Tao da China (Fotos: Concurso)

Vão participar do concurso Fjoreta Lezo (Albania), Mariana Varela (Argentina), Albina Shaykhlislamova (Bashkorostan), Polli Cannabis (Bielo-Russia), Teresita Sanchez (Bolívia), Lala Guedes (Brasil), Viktoria Lazarova (Bulgária), Chily Tevy (Camboja), Sara Winter (Canadá), Valentina Benavente (Chile), Fiona Tao (China), Natalie Manrique Aguilar (Colômbia), Gabriela Jara Cordero (Costa Rica), Sofia Kim (Crimea), Jennifer Sanchez Aguilar (Cuba), Denise Spergerová (Republica Tcheca).

Natalie Manrique Aguilar da Colômbia e Jennifer Sanchez Aguilar de Cuba (Fotos: Concurso)

Ainda Lady Leon (Republica Dominicana), Sonia Luna Menendez (Equador), Virginia Hany (Egito), Luciana Fernanda Martinez (El Salvador), Stephanie Wyatt (Inglaterra), Liina Malinen (Finlândia), Marine Comby (França), Arlinda Prenaj (Alemanha), Ivana Elizabeth Batchelor (Guatemala), Simran Sharma (Índia), Aurra Kharishma (Indonésia), Ayda Mirahmadi (Irã). Tirna Slevin (Irlanda), Filomena Venuso (Itália), Monique Thomas (Jamaica), Ruri Saji (Japão), Irene Ng’endo (Quênia), Frontina Gashi (Kosovo).

Iris Miguelez Mendez da Espanha e Abena Akuaba Appiah dos Estados Unidos (Fotos: Concurso)

Também Phatthana Thidaphone (Laos), Jasebel Robert (Malásia), Vishakha Tania René (Mauricio), Vishakha Tania René (México), Vishakha Tania René (Myanmar), Ambika Joshi Rana (Nepal), Suzan Lips (Países Baixos), Teresa Moreno (Nicarágua),Chikaodili Nna-Udosen (Nigéria), Angie Keith (Panamá), Daisy Lezcano (Paraguai), Maricielo Gamarra (Peru). Samantha Bernardo (Filipinas), Milena Sodowska (Polônia), Sara Duque (Portugal), Fabiola Valentín González (Porto Rico).

Samantha Bernardo das Filipinas e Angela Yuriar do México (Fotos: Concurso)

E finalmente Guzel Musina (Rússia), Helen Maher (Escócia), Anronet Roelofsz (Àfrica do Sul), Lee Hyun Young (Coréia do Sui), Iris Miguelez Mendez (Espanha), Prathiba Leahorachee (Sri Lanka), Felicia Brunzell (Suécia), Patcharaporn Chantarapadit (Tailândia), Abena Akuaba Appiah (Estados Unidos), Jimena Martino (Uruguai), Eliane Roa (Venezuela), Nguyễn Lê Ngọc Thảo (Vietnã) e Kathryn Fanshawe (Pais de Gales).

Phatthana Thidaphone do Laos (Foto: Concurso)

Miss Grande Internacional

Mariana Varela, Abena Akuaba Appiah e Patcharaporn Chanrtarapadit (Foto: Concurso)

O VIII Miss Grande Internacional será realizado no próximo sábado, no Show DC Hall, em Bangkok, na Tailândia. Vão participar do concurso 63 candidatas. A vencedora será coroada pela Miss Internacional de 2020 Valentina Figuera da Venezuela. O concurso pertence ao jornalista Nawat Itsaragrisil e foi fundado em 2013, na Tailândia e a vencedora foi Janelee Chaparro de Porto Rico. Há um mês as candidatas e os coordenadores estão em Bangkok, ficaram 15 dias de quarentena.

Sonia Luna Menendez, Iris Miguelez Mendez e Daisy Lezcano (Foto: Concurso)

Esta semana todas as candidatas farão exames de Covid-19. Será o primeiro concurso de beleza que voltará a ser presencial. Hoje apresentamos as misses Mariana Varela (Argentina), Polli Cannabis (Belarus ou Bielo-Rússia), Abena Akuaba Appiah (Estados Unidos), Sonia Luna Menendez (Equador), Iris Miguelez Mendez (Espanha), Phatthana Thidaphone (Laos), Daisy Lezcano (Paraguai), Patcharaporn Chantarapadit (Tailândia) e Nguyễn Lê Ngọc Thảo (Vietnã).

Phattthana Thidaphone, Nguyễn Lê Ngọc Thảo e Polli Cannabis (Foto: Concurso)

Connie é a Miss Pernambuco de 1929

Há 92 anos, acontecia o primeiro concurso de Miss Pernambuco e foi promovido pelo Jornal do Commercio. Um detalhe interessante as representantes eram escolhidas por cupons que saiam inseridos no matutino. Participaram do concurso de Miss Pernambuco de 1929, 88 candidatas. As candidatas poderiam ter entre 16 e 25 anos de idade.

Connie Braz da Cunha (Revista Prá Você)

Na primeira apuração tivemos esse resultado: 1º lugar Beatrizinha Lacerda, em 2º lugar Lúcia Rodrigues de Souza, em 3º lugarNininha Vareda de Siqueira, em 4º lugar Connie Braz da Cunha e em 5º lugar Fernandina Padilha. O concurso mexeu com a sociedade pernambucana.

A 2ª colocada  Nininha Vareda e a 3ª colocada Beatrizinha Lacerda (Diário da Manhã)

Na última apuração do concurso de Miss Pernambuco de 1929, aconteceu no dia 20 de março de 1929, e as vencedoras foram: 1º lugar Connie Braz da Cunha com 31.017 votos, em 2º lugar  Nininha Vareda com 26.848 votos, em 3º lugar Beatrizinha Lacerda com 20.251 votos, em 4º lugar Lucia Rodrigues de Souza com 3.827 e em 5º lugar Fernandina Padilha com 3.611.

A diretoria da APA no embarque de Connie até o Rio de Janeiro (Revista da Cidade)

No dia 26 de março Connie viajou ao Rio de Janeiro, a bordo do vapor Arlanza, e ficou hospedada, por recomendação de Dr. F. Pessoa de Queiroz, no Copacabana Palace. A comissão que contou os votos foi formada por F. Pessoa de Queiroz (Presidente), Arsênio Lemos, Othon Lynch Bezerra de Mello, desembargadores Bellarmino Gondim, Silva Rego, Sá Pereira e Correia da Silva.

Lucia Rodrigues de Souza e Fernandina Padilha (Fotos: Diário da Manhã)

A Miss Pernambuco de 1929, Constance Braz da Cunha, mas chamada carinhosamente de Connie, representou a Associação Pernambucana de Atletismo, tinha 1m56 de altura, olhos azuis, 17 anos, nasceu em 14 de julho de 1911, e faleceu no dia 11 de agosto de 1997, era filha do executivo Armando Braz da Cunha da inglesa Gertie, e morava em Casa Forte.