Fernando Machado

Blog

Tag cadastro

Nos bastidores da Política

Com 41 quilômetros de extensão e investimento previsto de R$ 610 milhões, o Porto do Açu é a primeira empresa a receber autorização do Governo Federal para construir e operar uma ferrovia no Rio de Janeiro. O trecho privado, o 22º autorizado dentro do programa Pro Trilhos, fica no município de São João da Barra e será voltado ao transporte anual de 50 milhões de toneladas de carga em direção ao porto. O contrato entre a União, representada pelo Ministério da Infraestrutura, e a administração do Porto de Açu foi assinado em solenidade com as presenças do presidente da República, Jair Bolsonaro; os ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e de Minas e Energia, Bento Albuquerque, além do governador do Rio, Cláudio Castro. As autoridades destacaram a possibilidade de a nova ferrovia gerar mais de 4,4 mil empregos na região.

Ontem, o Ministério do Trabalho e Previdência divulgou os números do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), que mostrou que o Brasil encerrou 2021 com saldo positivo e histórico de 2.730.597 milhões de novas vagas de emprego. De janeiro de 2019 a dezembro de 2021 foram 3.183.221 milhões de vagas com carteira assinada. O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, destacou o trabalho realizado pelo Governo Federal na manutenção de empregos e na melhoria do ambiente de negócios no País, o que contribuiu significativamente na geração de novos postos formais de trabalho.

Nos Bastidores da Política

Quinta-feira, o Ministério do Trabalho e Previdência divulgou os números do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, que mostrou que o saldo do emprego com carteira assinada em novembro de 2021 ficou positivo em 324.112 postos de trabalho. No acumulado de janeiro a novembro de 2021, o saldo é de aproximadamente 3 milhões de novas vagas de emprego. O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, celebrou a marca e ressaltou que os dados refletem o esforço do governo federal para a manutenção dos empregos no Brasil. De julho de 2020 a novembro de 2021, período de retomada do emprego formal, foi anunciado saldo positivo de 4.200.763 milhões de novas vagas. Desde o início do governo do Presidente Jair Bolsonaro, de janeiro de 2019 a outubro de 2021 já são 3.446.245 milhões de novas vagas.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, cumpriu agenda em Pernambuco terça-feira. Em Cabo de Santo Agostinho, será inaugurou a segunda ponte ferroviária sobre o Rio Pirapama. Com investimento federal de R$ 11,4 milhões, a infraestrutura, de 90 metros de extensão, é parte do projeto de duplicação da Linha Sul Diesel do sistema VLT do Metrô do Recife, operada pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos. No Recife, assinou termo para contratação de estudos para projeto piloto de Parceria Público Privada para locação social, no âmbito do Programa Casa Verde e Amarela. O trabalho deve considerar a utilização de imóveis ociosos da União e da Prefeitura do Recife para reforma, requalificação e construção de novas unidades habitacionais.

Nos Bastidores da Política

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, participou de solenidade de assinatura de protocolo que permite o cadastramento automático de famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica. A medida passa a valer a partir de janeiro de 2022. A cerimônia ocorreu terça-feira, na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em Brasília. A partir da assinatura do protocolo entre a ANEEL e o Ministério da Cidadania, a Tarifa Social passa a ser concedida automaticamente para as famílias inscritas no Cadastro Único ou no Benefício de Prestação Continuada, não sendo mais necessário solicitar à distribuidora de energia elétrica de cada região. Cerca de 12,3 milhões de famílias no Brasil já recebem a Tarifa Social. De acordo com as estimativas, existem mais 11,5 milhões de famílias no país que teriam condições de usufruir dos descontos.

Em outubro, foram criados mais de 253 mil postos de trabalho no Brasil. Os números são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgado, terça-feira. No acumulado de janeiro a outubro de 2021, o saldo é de mais de 2,6 milhões de novas vagas de emprego. O setor de Serviços foi o grande destaque do mês, com a geração de mais de 144.641 mil novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (71.258). Destaque também para alojamento e alimentação (32.861), administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (14.338). Os estados que mais abriram postos de trabalho foram: São Paulo (76.952 postos); Minas Gerais (21.327) e Rio de Janeiro (19.703).

Nos Bastidores da Política

Em setembro, foram criados 314 mil postos de trabalho no Brasil. Os números são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgado, terça-feira. No acumulado de janeiro a setembro de 2021, o saldo é de mais de 2,5 milhões de novas vagas de emprego. O setor de Serviços foi o grande destaque do mês, com a geração de mais de 143 mil novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (63.657).

O Comércio abriu mais de 60 mil postos. Todas as 27 Unidades da Federação registraram saldo positivo na geração de empregos, com destaque para a região Sudeste. As 27 Unidades da Federação registraram saldo positivo na geração de empregos. Os estados que mais abriram postos de trabalho foram: São Paulo (84.887 postos); Minas Gerais (29.029 postos) e Rio de Janeiro (25.732 postos).