Fernando Machado

Blog

Tag bonitas

Noticias da Bahia

A maior praia de Morro de São Paulo, em Cairu, também figura entre as cinco mais bonitas do mundo. Em oito quilômetros de extensão o espaço tem natureza exuberante, coqueirais, mangues, a mata atlântica, areia clara e águas calmíssimas, nas quais se podem ver os peixes nas piscinas naturais, o local ocupa a quarta posição na edição 2022 do prêmio Travelers’ Choice, do Tripadvisor. Para quem busca tranquilidade, o espaço encantou os olhos mundiais, sendo uma das praias brasileiras na premiação, na frente da Baía do Sancho, em Fernando de Noronha e Baía dos Golfinhos, na Praia da Pipa.

Mesmo sendo um paraíso pouco explorado pelos homens, a praia conta com hotéis, restaurantes e infraestrutura. A lista do prêmio conta com as 10 melhores praias do mundo. A quarta praia foi eleita por viajantes que levaram em consideração a qualidade da água, a areia, os lugares para banho de sol e deixaram suas avaliações ao longo do último ano. O primeiro lugar foi da Grace Bay Beach, localizada nas Ilhas Turcas e Caicos.

Martha Rocha: A eterna Miss Brasil

A partir de hoje vou transcrever alguns depoimentos sobre a Eterna Miss Brasil, Maria Martha Hacker Rocha. Começo com o da Miss Universo de 1963, Ieda Maria Vargas: “É com extremos pesar que me despeço da minha querida amiga Martha Rocha (Miss Brasil de 1954). Sobre a famosa lenda das “duas polegadas”, sempre foi motivo de muitas risadas entre nos duas. Que ela fique para a história, não pela sua beleza, nem pela famosa lenda, mas por sua incrível capacidade de amar os amigos e sua grande alegria de viver. Vá em paz minha amiga.”

Ieda Maria Vargas e Maria Martha Hacker Rocha (Foto: Instagram)

A ex primeira dama do Recife Geralda Farias confessa: “Lembro com muito carinho de Martha Rocha. Quando veio ao Recife para o Baile Municipal, meu marido, Antônio Farias, era o prefeito e eu juntamente com Alex e Demazinho Gomes recebiamos as celebriades que vinham para a prévia. Martha Rocha era uma delas. Linda, simples, tinha uma conversa sempre inteligente sobre qualquer tema. Bati longos papos com ela durante um jantar na casa de Leopoldo Collor, diretor da Globo Nordeste, na época”.

Geralda Farias, Martha Rocha e Fernando Villa Chan (Foto: Acervo de GF)

Para o colunista social do Diário de Pernambuco, João Alberto Sobral, Martha Rocha foi uma das mulheres mais bonitas que conheceu. “Foi num Bal Masqué, na época em que a festa trazia comitiva de colunáveis do Sul para abrilhantar a festa (que saudade…). Ela foi um orgulho nacional, quando foi eleita Miss Brasil e de revolta em todo o país quando ela perdeu o Miss Universo pelas famosas duas polegadas nos quadris (acho que foi apenas folclore esta versão). Pena que tenha tido uma vida difícil, apesar de ter casado com um milionário e acabou roubada por familiares dele. Para mim, a mais bela de todas que ganharam o Miss Brasil”.

Louras & Morenas

Há 90 anos, o Diário da Manhã, escolhia as 5 louras e as 5 morenas mais bonitas do Recife, por conta do filme da Paramount, Louras e Morenas. As louras foram 1º lugar Sophia Paula Lopes (8.300 votos), em 2º Beatrizinha Lacerda (6.572), em 3º Cecy Cantinho (5.890), em 4º Nininha Siqueira (5.315) e 5º Maria José de Barros Queiroz Monteiro (5.250).

Sophia Paula Lopes e Lúcia Rodrigues de Souza (Fotos: Diário da Manhã)

Beatrizinha Lacerda, Lúcia Carvalho Mendonça e Thereza Pessoa de Mello (Fotos: Diário da Manhã)

As morenas foram 1º lugar Lucia Rodrigues de Souza (10.200), em 2º Lucia Carvalho Mendonça (9.750), em 3º Thereza Pessoa de Mello (8.825), em 4º Carolina Burle (7.570) e 5º Lucilla Lima Castro (7.135). A morena ganhou um vidro de perfume Bouquet dês Faunes Guarlain e loura um vidro de perfume Les Pois de Sauter de Chez Moi. No filme a loura era a atriz Greta Nissen e a morena Arlette Marchal.

Miss Mundo de 1960

Há 56 anos, acontecia, no Lyceum Ballroom Theatre, em Londres, o Miss Mundo de 1960. Participaram do conclave da beleza 39 candidatas. O apresentador foi o ator Bob Hope. A vencedora foi a Miss Argentina Norma Gladys Cappagli. Ela foi coroada pela Miss Mundo de 1959, Corine Rottschafer, da Holanda. No 5º lugar ficou Judith Anna Achter dos Estados Unidos, no 4º lugar ficou Ingrun Helgard Möckel da Alemanha, no 3º lugar ficou Denise Muir da África do Sul, no 2º lugar ficou Gila Golan de Israel. A pernambucana Maria Edilene Torreão, representou o Brasil e ficou entre as 10 mais bonitas do mundo.

b-foto-oficial

A foto oficial das candidatas (Foto: Divulgação)

No Top 10 ficaram Norma Gladys Cappagli (Argentina), Gila Golan (Israel), Denise Muir (Africa do Sul), Ingrun Helgard Möckel (Alemanha), Judith Anna Achter (Estados Unidos), Maria Edilene Torreão (Brasil), Irene Ruth Kane (Irlanda), Layla Rigazzi (Itália), Lee Young-Hee (Coreia do Sul) e Hilda Fairclough (Inglaterra). No Top 15 ficaram Norma Gladys Cappagli (Argentina), Gila Golan (Israel), Denise Muir (Africa do Sul), Ingrun Helgard Möckel (Alemanha), Judith Anna Achter (Estados Unidos), Maria Edilene Torreão (Brasil), Irene Ruth Kane (Irlanda), Layla Rigazzi (Itália), Lee Young-Hee (Coreia do Sul), Hilda Fairclough (Inglaterra), Danica d’Hondt (Canadá), Diane Medina (França), Eiko Sakimurai (Japão), Grethe Solhoy (Noruega) e Jenny Lee Scott (Zambia).

b-norma-edilene

Norma Gladys Cappagli e Maria Edilene Torreão (Fotos: O Cruzeiro)

Participaram do concurso as representantes Norma Gladys Cappagli (Argentina), Margaret Pasquil Nott (Austrália), Huberte Box (Bélgica), Dalia Monasteros (Bolivia), Maria Edilene Torreão (Brasil), Ma Sen Aye (Burma), Danica d’Hondt (Canadá), Mary Mavropoulos (Chipre), Lisa Bodim (Dinamarca), Maria Rosa Rodriguez Vascones (Equador), Margaretha Schauman (Finlândia), Diane Medina (França), Ingrum Helgard Möckel (Alemanha), Kalliopi Geralexi (Grécia), Carina Verbeck (Holanda), Iona Pinto (Índia), Irene Ruth Kane (Irlanda), Gila Golan (Israel), Layla Rigazzi (Italia), Eiko Sakimurai (Japão).

b-miss-world-1960

Miss Mundo 1960 ao lado das princesas (Foto: AP)

Ainda Eriny Emile Sebella (Jordânia), Jasmine Batty (Quênia), Lee Young-Hee (Coreia), Giséle Nicolas Naser (Libano), Liliane Mueller (Luxemburgo), Rajaobelina Bedovoahangy (Madagascar), Carmen Isabel Recalde (Nicarágua), Grethe Solhoy (Noruega), Denise Muir (Africa do Sul), Jenny Lee Scotr (Rodésia), Concepcion Molinera Palacios (Espanha), Gunilla Olsson (Suécia), Teura Bouwens (Taiti), Carmen Lesley Woodcock (Tanganica), Nebahat Cehre (Turquia), Hilda Fairclough (Inglaterra), Beatriz Benitez (Uruguai) e Judith Ann Achter (Estados Unidos).