Fernando Machado

Blog

Tag balões

Parabéns, Ricardo Antunes!

Giovanni Papaleo, Adriana, Ricardo Antunes e Isabela Malucelli (Foto: Divulgação)

O happy hour que o temido blogueiro Ricardo Antunes movimentou sábado, na sua bonita casa em Prazeres, para comemorar seu aniversário, foi muito animado. Os convidados somente saíram depois do café da manhã. A ambientação foi assinada pelo arquiteto Newman Belo e a decoração foi da namorada do aniversariante, Isabela Malucelli que mora em São Paulo.

Baw Pernambuco, João Pedro Antunes e Raquel Moura (Foto: Divulgação)

A pérgula da piscina estava coberta de balões, coloridos e acesos, deram um toque todo especial ao decor. O bufê foi de Rose Beltrão, o bolo e os doces foram de Lucinha Cascão. João Pedro, filho de Ricardo, que reside em Goiânia (GO) comandou a turma jovem. A animação ficou por conta a Uptown Blues Band e a banda Rockaut.

Tayná Pereira e Bruna Claudino (Foto: Divulgação)

O São João de Antigamente

“Olha pro céu, meu amor / Vê como ele está lindo / Olha praquele balão multicor / Como no céu vai sumindo / Foi numa noite igual a esta / Que tu me deste o coração / O céu estava assim em festa / Pois era noite de São João / Havia balões no ar / Xote, baião no salão / E no terreiro o teu olhar / Que incendiou meu coração”. Esta música de Luiz Gonzaga retrata como era bonita a festa junina de Pernambuco antigamente.

Alceu Penna criou a Garota junina para a revista O Cruzeiro de 29 de junho 1957

Atualmente não existem mais balões, por questão de segurança. As fogueiras estão em fase de extinção. Será que alguém lembra as garotas levando bacias para junto das fogueiras. Lá acendiam uma vela e seus pingos ao cair na água formavam o nome do rapaz com que deveria se casar. Agora a meninas vão caçar os namorados na internet. È mais prático, mas não tem aquele glamour. Lamartine Babo compôs uma marcha de carnaval, que depois virou musica junina. Isso é lá com Santo Antônio.

Alceu Penna criou este arraiá para as Garotas para a O Cruzeiro de 22 de junho de 1957

“Eu pedi numa oração / Ao querido São João / Que me desse um matrimônio / São João disse que não! / Isto é lá com Santo Antônio! / Implorei a São João / Desse ao menos um cartão / Que eu levava a Santo Antônio / São João ficou zangado / São João só dá cartão / Com direito a batizado / São João não me atendendo / A São Pedro fui correndo / Nos portões do paraíso / Disse o velho, num sorriso: / – minha gente, eu sou chaveiro! / Nunca fui casamenteiro! / Matrimônio! matrimônio! / Isto é lá com Santo Antônio”.

Que saudade das quadrilhas juninas de antigamente (Foto: Divulgação)

E as quadrilhas matutas, também desapareceram. Tem agora somente as dos políticos. As atuais foram batizadas de estilizadas, que são terríveis. Lembram mais alas de escolas de samba. As comidas juninas já não são mais as mesmas. Vamos a uma festa e a canjica e a pamonha, não tem aquele sabor gostoso. O milho verde cozido geralmente é duro. Um horror. E na música é pior ainda. Os prefeitos trazem sertanejos para animar seus arraiais. Caruaru que segundo Onildo Almeida era a capital do forró, não é mais. Por isso não vou mais festas juninas.

O Arraial dos Capuchinhos

Ontem, à noite, tivemos no Gruta Azul, em Boa Viagem, o Arraial dos Capuchinhos, com direito a comidas típicas, e sorteios de brindes. A renda será revertida para a Festa de Frei Damião, que começa na próxima quinta-feira. A decoração estava bonita e vistosa, com balões e bandeiras coloridos. Na entrada um oratório do século XIX com imagens de Santo Antônio, São João e São Pedro, e claro de Frei Damião Bozzano e de São Francisco.

dudu-do-acordeom-frei-jociel

Dudu do Acordeom e Frei Jociel Gomes (Foto: Fernando Machado)

e-gilbero-lima-neto-lilith-perboire

Gilberto Lima Neto, Lilith Perboire e Frei Reginaldo (Foto: Fernando Machado)

O bufê foi tipicamente junino com muita pamonha, canjica, pé de moleque, bolo de mandioca, milho verde cozido, tapioca entre outros itens. Para as danças tivemos a Banda Perkata de Ouro, que fez o maior sucesso cantando forró pé de serra. Claro que Luiz Gonzaga esquentou o ambiente principalmente quando foi cantado “Olha pro céu, meu amor / Vê como ele está lindo / Olha praquele balão multicor / Como no céu vai sumindo.”

e-ana-luiza-genuino-rose-figueiredo

Ana e Luiza Genoíno com Rose Figueiredo (Foto: Fernando Machado)

e-freis-evilasio-jociel

Freis Evilásio e Jociel (Foto: Fernando Machado)

E turma não parava de balançar o esqueleto e quando começou “A fogueira tá queimando / Em homenagem a São João / O forró já começou / Vamos gente, rapapé neste salão / Dança Joaquim com Isabé / Luiz com Iaiá / Dança Janjão com Raqué / E eu com Sinhá Traz a cachaça, Mané / Eu quero vê, quero vê páia voar”, todos foram ao delírio.

e-freis-rafael-roberto-severino-tiago-ademir-fabio

Freis Rafael, Roberto, Severino, Tiago, Ademir e Fábio (Foto: Fernando Machado)

e-gileuza-freitas

Gileusa Freitas diante do oratório (Foto: Fernando Machado)

Depois subiu ao palco Dudu do Acordeom ai foi outra sensação e o termômetro subiu. Ele cantou Saudade Imensa,  A Rede, Agora Alpecarta, Anjo Protetor, Chinelado no chão, Chorinho Teimoso, Cidadela, Deus é Brasileiro, Estrela, Festa dos meus “zói”, Fogo de Queimar, Forró pro ano inteiro, Fuxico, Machucadinho, Meu Cenário, Mexeu comigo, Morena Flor e Não Fico Calado Não.

e-hilma-farias-frei-jociel-hely-farias

Hilma Farias, Frei Jociel e Hely Farias que é prefeito de Rio Formoso  (Foto: Fernando Machado)

e-iris-romão-edilene-souza-leão

Iris Romão e Edilene Souza Leão (Foto: Fernando Machado)

Dudu aproveitou para cantar a musica de Janduhy Finizola: “Frei Damião, onde andará frei Damião Deu-lhe o destino, viver nordestino / É hoje o nosso irmão / Quando o galo canta na madrugada / Já toda gente de pé se benze na procissão / numa marcha santa dentro da alvorada / Vai na frente o homem, o quase santo frei Damião / com a reza e a campa, desperta canta / já chegou o tempo ninguém fica ateu vamos pras missões pecador se ajoelha / em Deus quem se espelha / só pode ter de Frei Damião sua proteção / Frei Damião meu bom Frei Damião“.

e-teresa-vasconbcelos-helena-cavalcante

Teresa Vasconcelos e Helena Cavalcanti (Foto: Fernando Machado)

e-iris-romão-frei-reinaldo-rosa-robson-negromonte

Iris Romão, Frei Reginaldo, Rosa e Robson Negromonte (Foto: Fernando Machado)

Recebendo os convidados estavam Freis Jociel, Reginaldo, Ademir, Rafael, Roberto, Severino, Tiago (que deu palha e no acordeon cantou alguns hits juninos) e Fábio. Senti muito a ausência do provincial Frei Francisco, em compensação estava lá Frei Evilásio, aquela figura humana sensacional. No próximo ano tem mais, se Deus quizer.