Fernando Machado

Blog

Tag avenida

Indignação vence o medo

Mascaras e repúdio ao Congresso e STF (Foto: Fernando Machado)

A indignação levou ontem até à Avenida Boa Viagem, cerca de cinco mil pessoas, contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. Muita gente foi de máscaras nas cores verde e amarela. Tudo começou com a oração do Padre Nosso e a execução do Hino Nacional. Foi um protesto bonito, uma pena que a PMPE algemou e prendeu o motorista de Trio Elétrico, que nem atuou na passeata.

A comissão de frente da passeata (Foto: Fernando Machado)

No final da manifestação ainda a PMPE levou preso o líder do Movimento. E é porque o Governador o Estado condena o regime militar. O presidente Jair Bolsonaro desaconselhou a realização do movimento por conta da pandemia do coronavírus. Acontece que o povo está cansado da roubalheira dos políticos e do apoio que os ministros dão aos bandidos. Muitos manifestantes estavam com camisas verde e amarela, além de empunharem o Pavilhão Nacional.

Fátima Machado e sua máscara (Foto: Fernando Machado)

A concentração foi nos arredores da Padaria Boa Viagem e depois o cortejo seguiu até o Segundo Jardim. Na pauta do movimento: o orçamento impositivo, a prisão em Segunda Instância e a CPI da Lava Toga. É bonito quando um brasileiro mostra seu amor ao seu país. Uma das músicas mais cantadas foi “A nossa bandeira jamais será vermelha”. Um manifestante confidenciou: “Quando um coqueiro nascer vermelho pode ser que nossa bandeira mude de cor”.

Os guerreiros da Democracia

Os eleitores continuam fazendo a sua parte (Foto: Face)

Mais uma vez os guerreiros da democracia foram às ruas do Brasil. A Avenida Boa Viagem estava linda, na tarde de domingo. Muita gente de camisa verde e amarela, mas tinha também outros de camisa preta. Onze voluntários foram convocados para servirem de ministros do Supremo para dá aquele toque de provocativo. O congresso precisa respeitar a maior arquibancada do Brasil.

Os voluntários, vestidos de toga, ouvem as instruções o coordenador do Vem Pra Rua (Foto: Face)

Choveu protesto na Avenida Boa Viagem.

Uma imensa bandeira do Brasil foi carregada pelos manifestantes (Foto: Instagram)

Apesar das chuvas, cerca de 10 mil manifestantes usando camisas verde e amarela, invadiram, ontem à tarde, a Avenida Boa Viagem, para protestar contra a Lei de Abuso de Autoridade, os Ministros do Supremo Tribunal Federal, reivindicando o impeachment do presidente Dias Toffoli. Num carro surgiram os 11 ministros do STF, levando num caixão a Lava Jato e noutro tinha Lula e Haddad presos. Muita gente empunhavam cartazes muito criativos contra os bandidos do Congresso e da Corte.

As bandeiras  da nossa pátria deram o toque de patriotismo (Foto: Instagram)

Segundo Alexandre Carvalho, a pauta foi extensa. Porém, destacando o posicionamento contra a lei de abuso de autoridade, apoio a Lava Jato, ao ministro Sérgio Moro e, claro, ao presidente Bolsonaro. Também foi pedido o impeachment de Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandovisck. Críticas ao governo Paulo Câmara. Essas manifestações mexem com os brios das pessoas sérias. Tivemos a oração do Padre Nosso e a execução dos hinos de Pernambuco e do Brasil

Com a Direita o Brasil Avança

Olha que coisa mais linda (Foto: Paula Ribeiro)

Ontem, a Avenida Boa Viagem parecia um tsunami de esperança pelo Brasil correto e sem corrupção. Mais de 60 mil pessoas, com camisetas verdes e amarelas, participaram da caminhada contra o STF e o Congresso Nacional (Câmara e Senado), que praticam a política do “dando que se recebe”. A concentração foi nos arredores da Padaria de Boa Viagem, com direito a seis trios elétricos e palavras de ordem.

O verde e amarelo dominou a avenida Boa Viagem (Foto: Conceição Assis)

O povo que isso (Foto: Fernando Machado)

O Hino Nacional que os petistas odeiam foi tocado várias vezes. O relógio batia 15h quando a passeata começou rumo ao Segundo Jardim de Boa Viagem. O ato foi convocado para reforçar apoiar o governo do presidente Jair Bolsonaro. A Reforma da Previdência foi outro ponto lembrado pelos manifestantes. No final da marcha caiu uma chuva daquelas, mas o recado do povo estava dado.

Essa comissão de frente estava empenhada na limpeza na politica e na justiça (Foto: Fernando Machado)