Perfil do Consumidor: Fernando Villa Chan

Fernando Villa Chan já nasceu como joalheiro, seu pai que era um dos sócios da joalharia Anel de Ouro, na Rua Nova, e sempre o levava para a loja. Aos 16 anos começou a trabalhar no setor e aos 21 virou sócio. A partir dos anos 70 foi morar no eixo Rio de Janeiro-São Paulo, e se descobriu como antiquário. Achou pouco e foi se aprimorar na Europa. Fez cursos de pedras na Holanda e Bélgica e depois na Fundação Ricardo Espirito Santo em Lisboa em prataria e arte em geral. Foi casado durante cinco anos e é pai de Ana Catarina, que reside em São Paulo. Atualmente é assessor especial na Secretaria de Turismo do Recife.

fernando-villa-chan
O joalheiro e antiquário Fernando Villa Chan (Foto: Fernando Machado)

Qual a maior invenção do homem – O avião

Qual a pior invenção do homem- As armas em geral

Uma festa inesquecível – A dos meus 40 anos na Embaixada do Brasil em Lisboa

Um nome da sociedade que a história guardou – Helena Pessoa de Queiroz Gomes

Um nome da sociedade que a história vai guardar – João Carlos Paes Mendonça

Um momento de saudade – Meus pais, Francisco e Delá Villa Chan

A grande dama da sociedade do Recife – Maria Digna Pessoa de Queiroz

Um homem elegante – Samuel Oliveira Neto

Uma mulher elegante – Branca Pinto Brennand

Perfume – Kenzo

Desodorante – Leite de Rosas

Xampu – O primeiro que estiver na minha frente

Um destino turístico – Tunísia e Londres

Um filme inesquecível – Vestígios do dia e Casablanca

Um ator – Sir Anthony Hopkins

Uma atriz – Audrey Herpburn

Um cantor – Ney Matogrosso

Uma cantora – Marisa Monte

Hino musical – As time goes by

Quem gostaria que compusesse uma música para você – Luiz Melodia ou Caetano Veloso

Com quem gostaria de se esbarrar pelos salões do Recife – Com a eterna primeira dama Dona Dulce Souza Leão Sampaio

Sonho de consumo – Uma quinta em Sintra (Portugal)

Quem gostaria de levar para uma ilha deserta – Meus amigos sinceros e minha família

Quem deixaria por lá para sempre – Os invejosos e ingratos

A palavra mais bonita na língua portuguesa – Fé

E a mais feia – Ódio

O que não pode faltar na sua geladeira – Queijo branco, frutas e iogurte

Restaurante preferido – Leite e Costa Brava

Comida que mais gosta – Peixe e frutos do mar

E a que mais detesta – Tudo que levar “coentro”

Livro de cabeceira – A Bíblia

Escritor preferido – Eça de Queiroz

Um (a) poeta) – Deborah Brennand

A cidade dos seus sonhos – Monte Carlo