Ieda Vargas: Miss Brasil de 1963

m-paraná-santa-catarina-rio-grande-do-sul

As misses Paraná, Santa Catariana e Rio Grande do Sul (Foto: O Cruzeiro)

Faz 50 anos hoje que a minha amiga, a gaúcha , Ieda Maria Vargas era eleita no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, diante de um público estimado em 30 mil pessoas, Miss Brasil de 1963. A nova Miss Brasil que foi coroada pela baiana Maria Olivia Reboças Cavalcanti, Miss Brasil de 1962, representou o Brasil no Miss Universo, realizado em Miami. Ieda Maria Vargas foi eleita Miss Universo 1963. O concurso foi transmitido pela TV Tupi.

m-paraiba-pernambuco-alagoas

Misses Paraíba, Pernambuco e Alagoas (Foto: O Cruzeiro)

A segunda colocada, Miss Paraná, Tania Mara Franco de Souza, que representou o Brasil no Miss Internacional, realizado em Long Beach, na Califórnia. A terceira colocada, Vera Lúcia Ferreira Maia, Miss Guanabara, representou o Brasil no Miss Mundo, em Londres. Em quarto lugar ficou Miss Brasília, Denise Rocha de Almeida e em quinto, Dirce Augustus, Miss São Paulo.

m-guanabara-estado-do-rio-minas-gerais

Misses Guanabara, Estado Rio e Minas Gerais (Foto: O Cruzeiro)

Miss Amazonas, Fátima das Neves, Miss Pará, Nilda Rodrigues de Medeiros, e Miss Sergipe, Zélia Mendonça Lopes, completaram o Top 8. O interessante é que as misses do Top 3, Vera Lucia Ferreira Maia, foi eleita Miss Simpatia, Tania Mara Franco de Souza Miss Fotogenia e Ieda Maria Vargas o Melhor Traje Típico. O Miss Brasil de 1963 foi apresentado por Paulo Porto.

m-mato-grosso-acre-amapa

Misses Mato Grosso, Acre e Amapá (Foto: O Cruzeiro)

A comissão julgadora, presidida pelo Ministro Mauro Sales, contou ainda com a participação das Miss Brasil de 1957 Terezinha Morango Pittiliani, Miss Brasil de 1959 Vera Ribeiro Sêco, o escultor Leão Veloso, os jornalistas Accioly Neto, Jacinto de Thormes e Justino Martins, o secretário de Turismo Vitor Bouças, a senhora Edda Lutti e o arquiteto Sérgio Bernardes.

m-piaui-ceará-rio-grande-d-norte

Misses Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte (Foto: O Cruzeiro)

Pela primeira vez foi incluído o desfile de trajes típicos, que naquela época era típico mesmo, atualmente são alegorias carnavalescas. Ieda Vargas desfilou com um traje exaltando os Pampas. Miss Paraná, Tania Mara,  estava de camponesa, e Miss Guanabara, Vera Lucia, se apesentou com as Calçadas de Copacabana. Miss Pernambuco, Vera Lucia Bezerra desfilou de passista. Depois tivemos o desfile de traje de gala e finalmente o de traje de banho by Catalina.

m-são-paulo-brasilia-goiás

Misses São Paulo, Brasília e Goiás (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso 25 candidatas: Maria Cristina Laport  (Acre), Teresinha Binas (Alagoas), Thêmis Kohler da Cunha (Amapá), Fátima das Neves Silva (Amazonas), Jerusa Sampaio da Silva (Bahia), Denise Rocha de Almeida (Brasília), Vera Maria Barros Maia (Ceará), Sônia Martha Anders (Espírito Santo), Miriam Montenegro (Estado do Rio), Solange Brockers Tayer (Goiás), Vera Lúcia Ferreira Maia (Guanabara), Ester Ewerton Santos (Maranhão).

m-sergipe-bahia-espirito-santo

Misses Sergipe, Bahia e Espírito Santo (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Terezinha Elizabeth Cruz Vadouski (Mato Grosso), Edma Saraiva (Minas Gerais), Nilda Rodrigues de Medeiros (Pará), Kalina Lígia Duarte Nogueira (Paraíba), Tânia Mara Franco de Souza (Paraná), Vera Lúcia Torres Bezerra (Pernambuco), Maria da Consolação Teixeira e Silva (Piaui), Ísis Figueira de Melo (Rio Grande do Norte), Iêda Maria Bruto Vargas (Rio Grande do Sul), Olga Mussi (Santa Catarina), Dirce Augustus (São Paulo) e Zélia Maria Mendonça Lopes (Sergipe).

m-amazonas-pará-maranhão

Misses Amazonas, Pará e Maranhão (Foto: O Cruzeiro)

Informações importantes: Denise Rocha de Almeida, Miss Brasilia, ameaçou de não desfilar quando soube que sua inimifo Vera Ribeiro estava no juri. Quando saiu o resultou que tinha faturado o quarto lugar, Denise chorou bastante. Para quem não sabe Denise disputou o Miss Distrito Federal em 1959 e perdeu para Vera Ribeiro. Nilda Meideiros, Miss Pará, estava acomapanhada da sua irmã, Gilda Medeiros, Miss Pará de 1955.

mm-traje-ieda      mm-traje-vera

Ieda Vargas à gaúcha e Vera Bezerra de passista (Foto: O Cruzeiro)

Miss Minas Gerais, Edma Saraiva, casou-se posteriomente com o cronsita social mineiro Wilson Frade. Sua filha Paola casou com o então ministro Pimenta da Veiga. A segunda colocada no Miss Porto Alegre de 1963, foi Ieda Maria Gomes de Amorim, representou a Sociedade Gondoleiros. A Miss Pelotas de 1963 foi a jovem Ieda Maria Freitas Goetze, representante do Clube dos Atiradores.

m-miss-63

Maria Olivia Rebouças coroando Ieda Vargas (Foto: Manchete)