Fernando Machado

Blog

Tag almirante

Garnier é o novo comandante da Marinha

Às margens do Lago Paranoá e sob o céu azul, Fuzileiros Navais trajando a bela farda branca de gala e portando seus fuzis aguardavam enfileirados o início da cerimônia. À esquerda do púlpito de autoridades, ficou posicionada a Banda Grupamento de Fuzileiros Navais. Foi nesse cenário, no pátio do Grupamento de Fuzileiros Navais, em Brasília, que o Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos assumiu o Comando da Marinha do Brasil, na manhã de ontem. O Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, acompanhou o Presidente da República, Jair Bolsonaro, na solenidade.

Almir Garnier Santos, Jair Bolsonaro, Walter Braga Netto e Ilques Barbosa Júnior (Foto: Igor Soares)

Na ocasião o Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Júnior passou o cargo ao novo Comandante, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos. Emocionado, o substituto recordou sua trajetória na Marinha, desde o seu ingresso na Força. De origem humilde, ele relatou um pouco da sua trajetória. “Quando garoto, via aqueles homens em uniformes brancos manobrando grandes belonaves com grandes canhões e imaginava serem muito diferente de mim. Não eram. Eram apenas brasileiros, que, como eu, tinham a Pátria por devoção”, contou.

Almirante Garnier diante da Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais (Foto: Igor Soares)

Aliás, o blog estende o tapete vermelho para o Almirante Garnier que abriu seu notável discurso, assim: “Excelentíssimo Senhor Presidente Jair Messias Bolsonaro, legal e democraticamente entronizado pelo provo brasileiro como comandante supremo das Forças Armadas”. Após o momento da passagem de comando entre os Almirantes, houve salva de 19 tiros de canhão. Ao término, a tropa de Fuzileiros Navais desfilou, em continência ao Comandante da Marinha, ao som da Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais.

Nos Bastidores da Política

Ontem, o Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, apresentou os novos Comandantes das Forças Armadas. São eles: Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, Comandante da Marinha do Brasil; General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, Comandante do Exército Brasileiro; e Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Júnior, Comandante da Força Aérea Brasileira. Conforme a Constituição Brasileira de 1988, a escolha dos Comandantes das Forças Armadas é feita mediante lista tríplice encaminhada ao Presidente da República pelo comando de cada Força.

Almirante Almir Garnier Santos, os generais Walter Braga Netto e Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira com o brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Junior (Foto: Alexandre Manfrim)

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira que cerca de 2,9 mil profissionais de saúde que atuam pelo programa Mais Médicos, que teriam o contrato encerrado em abril, terão a permanência prorrogada excepcionalmente. Aqueles que aceitarem a prorrogação poderão dar continuidade às atividades no mesmo município em que já estejam alocados. Os médicos poderão permanecer à frente do atendimento à população, atuando no enfrentamento à Covid-19, além de reforçar os serviços da Atenção Primária em regiões que mais necessitam.

Nos Bastidores da Política

O Brasil assumiu a presidência da XV Conferência dos Ministros da Defesa das Américas no inicio do Mês. A cerimônia de assunção da Secretaria Pro Tempore para o biênio 2021-2022 ocorreu por videoconferência. Assim, o Brasil fica encarregado pelo alinhamento das tratativas no setor de defesa e segurança entre os 34 países-membros. O Chile foi responsável pelo biênio anterior. O Secretário Geral da XIV CMDA, Vice-Almirante (Reserva) Cristián de la Maza Riquelme, e o Secretário Executivo, Capitão de Navio (Reserva) George Brown Mc Lean, passaram a Secretaria Pro Tempore para o Chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa, General de Exército César Augusto Nardi de Souza, que assumiu a função de Secretário Geral da XV CMDA, e para o Subchefe de Organismos Internacionais, Contra-Almirante Carlos Augusto Chaves Leal Silva, designado para a função de Secretário Executivo da XV CMDA.

O general Cesar Augusto Nardi de Souza e o almirante Carlos Augusto Chaves Leal (Foto: Igor Soares)

Pela primeira vez no país, o Governo Federal testa o embarque aéreo 100% digital, com uso de reconhecimento facial e sem a apresentação do cartão de embarque pelos passageiros. O aeroporto escolhido é o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, que inaugurou quinta-feira o projeto-piloto idealizado pelo Ministério da Infraestrutura e desenvolvido pelo Serpro, empresa de tecnologia da informação do Governo Federal, para tornar mais eficiente, ágil e seguro o processo de embarque nos aeroportos. O projeto tem a participação de empresas parceiras, com a colaboração da Infraero e da Azul Linhas Aéreas. O projeto já vem sendo testado, desde o ano passado, nos aeroportos de Florianópolis/SC e Salvador/BA.

Navio-Escola Almirante Saldanha

O Almirante Saldanha no nosso porto (Foto: Diário da Manhã)

Há 85 anos, chegava ao porto do Recife, o navio-escola Almirante Saldanha, da Marinha de Guerra do Brasil, sob o comando do capitão de mar-e-guerra Durval de Oliveira Teixeira, trazendo a bordo 320 oficiais e marinheiros, sendo 29 guardas-marinha e 27 tenentes. O navio-escola partiu para a Europa no dia 1 de junho de 1935, em viagem de estudos.

Os guardas-marinha no convés do navio-escola (Foto: Diário da Manhã)

No dia seguinte, às 17h, o governador Carlos Lima Cavalcanti movimentou, no Palácio do Campo das Princesas, um chá dançante para a tripulação do navio-escola. A animação ficou por conta da Jazz Band Academica e o Orfeão da Brigada. A senhorita Leda Balthar deu uma canja e cantou músicas do cancioneiro brasileiro.

A tripulação de tenentes do Almirante Saldanha (Foto: Diário da Manhã)

No segundo dia aconteceram as provas de natação na piscina do Cais de Santa Rita, entre os times do Almirante Saldanha e do Sport Clube do Recife. Cerca de três mil pessoas prestigiaram a competição. Nos 100 metros livre venceu Benevenuto Nunes do Saldanha; nos 800 metros livre venceu Isaac Moraes do Saldanha; nos 100 metros de costa venceu novamente Benevenuto e na última prova, 100 metros a la brasse venceu Antônio Luis dos Santos do Saldanha.

Carlos de Lima Cavalcanti e o comandante Durval Oliveira Teixeira na mesa principal da recepção no Palácio (Foto: Diário da Manhã)

Ainda tivemos uma partida de water-polo, quando os meninos do Almirante Saldanha venceram os do Sport. O Almirante Saldanha jogou com Raul, Lacê, Nunes, Leôncio, Tornaghi, Paquet e Nei. Já os rubronegros jogoram com Assumpção, Zeleu, Arsenio, Cyrpriano, P. Maranhão, Sabino e Borel.

As senhoritas da nossa sociedade ouvindo, no Campo das Princesas, o Orfeão da Brigada (Foto: Diário da Manhã