Fernando Machado

Blog

Tag aids

Pequeno Segredo de Katy

A velejadora Heloisa Schurmman, matriarca da família conhecida por dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro, lança no Recife, hoje, às 19h, no Hotel Jangadeiro, em Boa Viagem, o livro Pequeno Segredo – a vida espetacular de Katy Schurmann. A obra conta a história da trajetória da família que adotou a pequena Katherine, então com três anos. A mãe dela contraiu Aids durante transfusão de sangue e sem saber passou a doença para o marido e a filha. Katy foi adotada pela família quando criança e morreu de complicações do vírus HIV aos 13 anos, em 2006.

 familia-schumann-katy

A familia Schurmann com Katherine (Foto: Cortesia)

O livro, publicado pela editora Agir, já foi lançado em várias cidades do Brasil e no início deste mês, em Miami (EUA) com a iniciativa de voluntários e admiradores da família. A renda será destinada ao programa social Natal de Renata, no Recife, que atende crianças do Grupo Espírita de Amor ao Próximo e para a Instituição Katy Schumann que cuida de crianças que vivem com o vírus da Aids. Amanhã Heloisa Schurmann lança o livro na Pousada Zé Maria, na Ilha de Fernando de Noronha.

Pequeno Segredo

Na próxima quarta-feira, às 19h, na Galeria Romero Britto, em Miami, teremos o lançamento do livro Pequeno Segredo: As lições de Kat para a família Schurmann, de Heloisa Schurmann. Eles ficaram famosos ao mostrar suas viagens ao redor do mundo dentro de um veleiro. Parte da renda será revertida para o Natal de Renata, que atende crianças e idosos carentes no Recife e para a Instituição Kat Schurmann que atende crianças com Aids.

heloisa-schurmann-romero-brito-rose-anne-leitão

Heloisa Schurmann, Romero Brito e Rose Anne Leitão (Foto: Cortesia)

Apóiam o evento Romero Brito e Paulo Ferreira, da Itown Shop. O livro conta a trajetória da família que adotou a pequena Katherine, então com três anos, filha de uma brasileira e de um neozelandês. A mãe contraiu Aids durante transfusão de sangue e sem saber passou a doença para o marido e a filha. A história poderá ser visto em breve em um filme que está sendo dirigido por David Schurmann, filho de Heloisa. Na coordenação está Rose Anne Leitão, da Smart Trading.

De Volta para o Passado


Há 135 anos, nascia na Paraíba, o líder político João Pessoa, que morreu no dia 26 de julho de 1930.

Há 85 anos, nascia na França, o ator Michel Serrault, que morreu no dia 29 de janeiro de 2007.

Há 75 anos, nascia em Pernambuco, o acadêmico
Amilcar Doria Matos, que morreu no dia 29 de julho de 2010.


Há 70 anos, nascia nos Estados Unidos, a atriz Sharon Tate, que morreu no dia 9 de agosto de 1969.

Há 50 anos, morria no Rio de Janeiro, o cineasta Wilson Valença Filho, que nasceu no dia 4 de maio de 1925.

Há 35 anos, o carnavalesco Eneas Freire fundava no bairro de São José, no Recife, o Clube de Máscara Galo da Madrugada.


Há 25 anos, morria em Pernambuco, o ator Jota Soares, que nasceu no dia 16 de junho de 1906.


Flora Lima entre os modelos Sueldo, Rodrigo, Wagner, Jadson e Herbert passistas do Bloco da Saudade (Foto: Arquivo)

Há 19 anos, acontecia no Mar Hotel, o desfile Carnaval com Amor, com renda para os pacientes com Aids do Hospital das Clinicas. Na passarela as coleções de Leni Rodrigues e Beautiful People leia-se Flora Lima, e a atração o Bloco da Saudade.

Uma noite para os Gays e a Aids

m-arthur-sales-getty
O modelo pernambucano Arthur Sales ajudou na campanha com seu talento (Fotos: Getty Images)

O Museu Intrepid Sea, Air & Space, em Nova Iorque, ficou lotado, quinta-feira, quando aconteceu o desfile anual da Jeffrey Fashion Cares, em torno de uma causa de grande alcance social. Na passarela somente homens apresentando uma coleção que ia de sungas ao traje social. Os tops levaram a platéia à loucura.

m-evandro-soldati-jeffrey-getty
Evandro Soldati na passarela

Toda a renda do evento será revertida para instituições que trabalham com jovens gays ou na luta contra a Aids. Sem dúvida um projeto que os norte-americanos abraçam com muita garra. Uma das baluartes do momento foi a Diva Elizabeth Taylor. Os modelos brasileiros Arthur Sales, Evandro Soldati, Francisco Lachowski e Thiago Santos, aderiram ao movimento causaram frisson na passarela.

m-david-agbodji-nigeria-jeffrey-fashion-cares-getty
O nigeriano David Agbodji mostra parte do seu corpo

A maioria, porém do casting era formado por norte-americanos. O deus do ébano nigeriano, David Agbodji, ao desfilar de bermudas sem camiseta causou sensação. Quando o desfile terminou muita gente não gostou porque queriam mais bofes na catwalk. O Brasil precisa se engajar num projeto destes afinal de contas o que era minoria agora virou maioria.

m-thiago-santos-jeffrey-fashion-cares-getty
O deus do ébano brasileiro, Thiago Santos, desfila de terno

O mais engraçado ou curioso como queiram, é que os brasileiros famosos pelo sex appeal não desfilaram de sungas, apenas de trajes esportes ou sociais. Já os ianques não tiveram vergonha e mandaram brasa. Talvez as agências de noticias não quiseram mostrar o que os brasileiros tem de tão famoso pelo mundo afora.

m-parker-hurley-getty
Parker Hurley, from USA, mostra seu belo corpo para a público