Fernando Machado

Blog

Tag agencia

Pílula Anticoncepcional

A pílula anticoncepcional é um dos métodos mais utilizados no mundo para a prevenção da gravidez indesejada e para o tratamento de problemas hormonais da mulher. Marco da autonomia reprodutiva feminina, o medicamento possui uma série de efeitos colaterais leves e graves. Visando mostrar os danos causados no organismo de mulheres em idade reprodutiva, as egressas de Enfermagem do Centro Universitário de Brasília Ana Beatriz Souza e Maynara Silva desenvolveram uma pesquisa científica para apontar os fatores que podem desencadear a trombose, condição que pode ser fatal.

O anticoncepcional oral apresenta uma alta carga hormonal em sua composição farmacológica, o que pode levar à ocorrência de diversos efeitos adversos, tais como: dores de cabeça, aumento do fluxo menstrual, diminuição da libido, podendo inclusive acarretar riscos, devido ao uso prolongado, tais como a trombose venosa e o acidente vascular cerebral. A trombose é um efeito adverso muito presente em pacientes que utilizam a pílula, devido às alterações na cascata de coagulação, que intensificam o risco de promover a formação de um trombo.

De acordo com pesquisa realizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mulheres que usam pílulas anticoncepcionais têm risco de quatro a seis vezes maior de desenvolver tromboembolismo venoso do que mulheres que não usam contraceptivos orais. Nesse sentido, o que poucas mulheres sabem é que o uso indiscriminado de anticoncepcional traz riscos graves, que podem até levar a óbito. A maioria compra diretamente as pílulas sem conhecer outros métodos contraceptivos.

Fatos Diversos

O  CEO da Agência Seu Orlando Travel, no Recife, Igor Tavares, especialista Disney, estará participando de evento exclusivo a convite da Disney Destination e Integração Trade, dia 20/09, no Hotel Renaissance, em São Paulo. Na bagagem de volta, Igor Tavares, trará novidades e lançamentos dos parques e cruzeiros da Disney. Muitas surpresas reservam para a temporada 2022/23. Em tempo: a celebração mais mágica do mundo está comemorando 50 anos.

Igor Tavares da Seu Orlando Travel (Foto: Divulgação)

Gilson Cavalcanti da Edify Educations (Foto: Divulgação)

Em tempos de redes sociais e aumento do aprendizado através da internet, os pais têm sofrido com o desafio de separar o lazer e o ensino em frente aos computadores. Sobre o assunto, o Colégio Salesiano Recife promove, aberto ao público, no dia 20 de setembro, a palestra “Educação Digital em tempos de Tiktok”. A apresentação será de Gilson Cavalcanti, CTO da Edify Education, a partir das 19h, no Teatro Boa Vista.

Notícias do Ceará

Hoje, o setor de Frutas do Brasil será foco de duas importantes ações da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). Será lançado uma modalidade inédita do Programa de Qualificação para Exportação, voltada para este segmento da agricultura, o Peiex Agro Frutas. A Agência também vai assinar novo convênio para a continuidade do Projeto Setorial Frutas do Brasil.

A cerimônia será realizada no Centro de Excelência da Fruticultura, em Juazeiro (BA), às 10h, e contará com a presença do presidente da ApexBrasil, Augusto Pestana, o prefeito de Petrolina (PE), Simão Dourado, o presidente licenciado da Abrafrutas, Guilherme Coelho, a gerente de Competitividade da ApexBrasil, Clarissa Furtado, além de outras entidades e convidados.

Nos Bastidores da Política

Os brasileiros não vão pagar taxa com acréscimo na conta de energia no mês de agosto. A Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou, segunda-feira, que a Bandeira Verde será mantida para todos os consumidores de energia elétrica conectados ao Sistema Interligado Nacional, que cobre quase todo o território brasileiro. O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica, especialmente quando as condições de geração não são favoráveis, como nos períodos de seca.

No caso da Bandeira Verde, as condições de geração são favoráveis e não têm custo adicional. Na Bandeira Amarela, as condições são menos favoráveis e é cobrada uma taxa extra de R$ 2,989 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Na Bandeira Vermelha 1, as condições de geração são desfavoráveis, por isso é cobrada uma taxa de R$ 6,50 a cada 100 kWh consumidos. Já a Bandeira Vermelha 2 indica condições muito desfavoráveis, o valor extra é de R$ 9,795 a cada 100 kWh consumidos.