Fernando Machado

Blog

Tag aérea

Morre estrela infantil e é enterrada na indigência

Ele morreu no dia primeiro de abril, após sofrer um acidente vascular, mas somente 13 dias depois foi revelada sua morte, pois sem documentos e sem ninguém para reconhecer o seu corpo foi enterrado no Arizona como indigente. Estamos falando do ator Lee Aaker (1943/2021) que povoou as crianças dos anos 50 e 60. Ele brilhou nos anos 50 na série As Aventuras de Rin-Tin-Tin (1954/1959), exibida no Brasil pela Record e depois pela Tupi.

Lee Aaker e Rin-Tin-Tin (Foto: Divulgação)

Que fim triste o ator infantil de Hollywood que teve problemas com drogas e álcool na idade adulta. Além de vivido o Cabo Rusty, ao lado do tenente Ripley Masters (James E. Brown) e, é claro, do cachorro Rin Tin Tin, interpretado por vários pastores alemães. Antes completar dez anos, contracenou com John Wayne, Geraldine Page Marilyn Monroe, Ann-Margret, Lucille Ball, Barbara Stanwyck, entre outros. O seu descobridor foi Fred Zinnemann e deu-lhe o protagonismo de Benjy (1951), que ganharia o Oscar de Melhor Documentário de Curta-Metragem.

Lee Aaker adulto e jovem (Foto: Divulgação)

Lee William Aaker nasceu em Los Angeles no dia 25 de setembro de 1943 A notícia triste foi dada pelo ex-ator infantil e ativista Paul Petersen. “Aaker faleceu no Arizona em 1º de abril, sozinho e ninguém reclamou, e listado como indigente”, lembrou Paul. Ao sair das telas, Aaker entrou na Força Aérea dos Estados Unidos da América, e Paul Petersen indicou nas redes sociais que estava lutando para dar-lhe um enterro adequado, que o ator teria direito por seu tempo de serviço militar.

Fatos Diversos

Entre os dias 21 e 27 de março, nosso blog apresentou o seguinte ranking de acessos: Recife, Rio de Janeiro, Brasilia, Stockholm, Maceió, Porto Alegre, Natal, Paulista, Fortaleza, Salvador, João Pessoa, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata, Ashburn, São Luis, Belo Horizonte e Gravata.

A fim de permitir o regresso, ao Brasil, de nacionais que tiveram seu retorno dificultado pela suspensão temporária da rota aérea entre Portugal e Brasil, será realizado um novo voo comercial extraordinário, operado pela empresa aérea Azul, hoje, com o aeroporto de Viracopos, em Campinas, como destino.

Nos bastidores da Política

Em cerimônia no Palácio do Planalto, quinta-feira, a Caixa Econômica Federal anunciou uma nova linha de crédito com juros menores para as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos. Também foi anunciada uma pausa de até seis meses no pagamento das parcelas de contratos de crédito existentes. O Presidente Jair Bolsonaro disse que as medidas apoiam as instituições e também são um reforço no combate à Covid-19.

O Governo Federal segue trabalhando para atender as necessidades da população brasileira no enfrentamento ao coronavírus. Entre as ações está o transporte de pacientes recuperados da Covid-19 para seus lares, com o apoio da Força Aérea Brasileira. Oito pacientes foram transferidos de Rondônia para o Espírito Santo para continuar o tratamento contra a Covid e voltaram ao estado de origem no no dia 21. Outros 18 pacientes infectados pela Covid-19 seguiram de Porto Velho e Rio Branco para Manaus.

A fim de permitir o regresso, ao Brasil, de nacionais que tiveram seu retorno dificultado pela suspensão temporária da rota aérea entre Portugal e Brasil, será realizado um novo voo comercial extraordinário, operado pela empresa aérea Azul, amanhã, com o aeroporto de Viracopos, em Campinas, como destino.

Nos bastidores da Política

A Conta-Covid ganhou o prêmio internacional Deals of the Year Awards, oferecido pelo grupo LatinFinance, na categoria financiamento estruturado. A Conta-Covid é um empréstimo de R$ 15,3 bilhões de um conjunto de bancos públicos e privados para preservar as contas das empresas do setor elétrico e reduzir o impacto da pandemia nas tarifas de energia dos consumidores.

Na última semana, a Força Aérea Brasileira alcançou 875 horas de voo, com ações em apoio à crise no sistema de saúde pública no estado no Amazonas. Com o objetivo de salvar vidas, as medidas aéreas totalizam 131 viagens, com média de deslocamento de aproximadamente 44 horas por dia.

Para orientar e informar os cuidadores de idosos no contexto da pandemia da Covid-19, a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio lançou três novas cartilhas de apoio para esses profissionais. As publicações abordam os temas: luto e solidão, atividades físicas e direitos das pessoas cuidadoras de idosos, e integram o projeto Cuidando de quem cuida, vinculado ao programa Inova Fiocruz, que reúne, ao todo, seis vídeo-aulas e seis cartilhas sobre o assunto.