Fernando Machado

Blog

Réquiem para Alba Richburg

Alba Souza Leão Carneiro de maiô e no desfile de Miss Brasil de 1955 (Fotos: O Cruzeiro)

Hoje o blog está de luto. Faleceu no dia 11 de dezembro de 2018, em San Antônio, no Texas, Estados Unidos, minha amiga Alba de Souza Leão Carneiro Richburg. Somente ontem soube da noticia, com atraso, antes tarde do que nunca, pelo viúvo Harry Richburg. Alba foi à primeira Miss Pernambuco na época de ouro dos concursos, isso em 1955. Estive com Alba em setembro de 2015, quando esteve no Recife, visitando a família.

As candidatas ao Miss Brasil de 1955 chegando ao Rio de Janeiro Alba é a primeira da direita para esquerda (Foto: Acervo de Alba)

Alba renunciou o titulo antes de terminar seu mandado para casar com o então tenente da Marinha dos Estados Unidos, Harry Richburg. A cerimônia aconteceu na capela da Estação Radio Pina, em 16 de julho de 1955. Harry me confessou ontem: “Foram 63 anos de casados e foi o grande amor de minha vida”. Deixou três filhas Eval, Guiomar e Catherine, netos e bisnetos. Tem uma neta Samantha que foi modelo.

Harry Richburg e Alba no Texas (Foto: Acervo de Alba)

Um pouco do Miss Pernambuco de 1955, promovido pelo Diário de Pernambuco. O concurso aconteceu no dia 21 de maio, nos Salões do Clube Náutico Capibaribe. Participaram do concurso Edília de Guimarães Paiva (América), Alba Souza Leão Carneiro (Aéro Clube) e Almerinda Pessoa Azevedo (Atlântico Olindense). A vencedora foi Alba que tinha 21 anos, e recebeu a faixa do comandante da II Zona Aérea, Brigadeiro Netto Reys.


Alba entre as filhas Guiomar, Eva e o sobrinho Sergio Souza Leão no Recife (Foto: Fernando Machado)

4

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.