Fernando Machado

Blog

Perfil do Consumidor: Bruno Albertim

Bruno Albertim é jornalista, pernambucano, e acha que a vida perfeita deveria ser vivida entre uma praia de Pernambuco, um sítio no Agreste e uma gira em Barcelona. É doido por jaca e caju, ama a pintura de Tereza Costa Rego e adora a companhia dos amigos na madrugada. Acha que comida serve não apenas como alimento do corpo, mas também do caráter.

bruno-albertim
O jornalista Bruno Albertim (Foto: Cortesia)

Pesquisador de gastronomia escreve no Jornal do Commercio e na revista Prazeres da Mesa e dedicou um livro à cozinha tradicional pernambucana: “Recife – guia histórico e sentimental da cozinha de tradição”. “Em Pernambuco, com a colonização nos primeiros tempos, teve início a mesa brasileira”, gosta de dizer ele que, entre um e outro projeto, pretende mapear todos os sabores tradicionais do Estado no livro Pernambuco – denominação de origem.

Um (a) jornalista que a história guardou – Tarso de Castro

Que noticia gostaria de ver nos noticiários – Foie gras e prosecco a R$ 2!!!!

E a que não gostaria – A que sai dia sim, dia não, sobre essa violência epidêmica

Um livro de cabeceira – Casa Grande & Senzala: adoro reler aquelas páginas. Acho que fui menino num engenho daqueles: não sei se na casa grande ou na senzala.

Um escritor – Antony Bourdin, preciso como faca afiada

Mal do século – Aids

Bem do século – Liberdade sexual

Comida preferida – A próxima

Comida que detesta – Qualquer prato que tenha mais afetação que execução

O restaurante preferido – São tantos… mas aguardo sempre um carinho especial pelo Maison do Bonfim…elegante e simplíssimo ao mesmo tempo

O que não pode faltar na sua geladeira – Tomate

Um ator – Fabio Caio. Sua performance em Ópera nunca mais saiu da minha mente

Uma atriz – Márcia Cruz. Pernambucana, minha amiga, seu humor vertiginoso me fez ser eternamente apaixonado por Molière.

Um compositor – Thiago Andrade, o Zé Cafofinho, tem me encantado muito com suas letras imagéticas.

Uma música inesquecível – Luiza, de Tom. Nome da minha sobrinha amada.

Um cantor – Gainsbourg

Uma cantora – Rô Rô: ouvi-la de madrugada é um vício meu

Qual o seu destino turístico preferido – Barcelona, no verão, com muita cava e pouca roupa

Uma cidade inesquecível – Piranhas, em Alagoas, onde morreu Lampião.

O ponto turístico do Recife que recomendaria ao turista – O Bairro de São José… tão degradado, mas tão cheio de memórias

Com quem gostaria de se esbarrar na redação do JC – Antony Bourdain

A palavra mais bonita no jornalismo – Ética. É até meio brega, hoje em dia, mas acho fundamental

E a mais feia – Egolatria

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.