Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Não há crepúsculo/ mas o rangido do sol a pino/ varrendo a sombra e a árvore:/ quintal pelado./ De longe/ a infância queima:/ ela é a luz de uma estrela fria”. José Almino Arraes

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.