Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Não sei / Que intensa magia / Teu corpo irradia / Que me deixa louco assim / Mulher / Não sei / Teus olhos castanhos / Profundos, estranhos / Que mistério ocultarão / Mulher”. Custódio de Mesquita (1910/1945)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.