Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Quando morrer / não quero homenagens / apenas me envolvam / numa miragem / de cabelos lavados / com o shampoo de morango / da minha Mãe Maria / Sempre encarei / a água do lago / sua tepidez / sua serventia”. Têreza Tenório (1949/2020)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.