Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Olhar meu Recife / Amar a sua gente / Que a graça da bondade sempre me concedeu / Vivendo um mundo assim / De ternura e de beleza / Quanto é bom envelhecer / Assim como eu”. Nelson Ferreira (1902/1976)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.