Fernando Machado

Blog

Pausa poética

“Não morria por nada deste mundo, porque eu gosto realmente é de viver”. Leila Diniz (1945/1072)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.