Fernando Machado

Blog

Pausa poética

“Quem foi que fez meu benzim chorar? / Quem foi meu benzim, quem foi? / Não chore não meu benzim, vem cá / Aqui tem meus braços prontos pra te calientar”. Marinês

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.