Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Ando pelas ruas tendo vertigens. / Veementes delírios: / Rodam as casas, / as ruas unem seus vértices, / as pessoas voam / como papagaios de papel.” Cyl Gallindo

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.