Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Deixemos, portanto, este céu deserto como um deserto / boiar neles como flores em algum lago.” Deolindo Tavares

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.