Fernando Machado

Blog

O Siri na Lata & Carlos Fernando

O Siri na Lata chega hoje a sua 38ª edição. Antes de aterrissar no Clube Português do Recife, fez pit stop no Clube Batutas de São José, no Clube Atlântico de Olinda, na Torre Malakoff, e no Cais de Alfândega. O Siri na Lata nasceu nas ladeiras de Olinda em 1976, pelas mãos do jornalista Homero Fonseca. Sempre foi um bloco de jornalistas. E como um siri numa lata, jornalista faz barulho criticando, denunciando, protestando. O nome completo era Bloco Anárquico Armorial Siri na Lata. E no domingo de Carnaval, todo mundo se reunia num bar à beira-mar de Olinda conhecido como Maconhão para depois subir a ladeira.

siri-decor

Um dos itens da decoração do Baile

Almir Rouche e a musa de 2014, Joana Gatis, abrem meia-noite o baile que presta homenagem ao compositor Carlos Fernando. São muitas horas de frevo, o ritmo que sempre predomina nas festas do Siri. Os portões estarão abertos aos foliões a partir das 22h30. Os produtores Ricardo Carvalho e Paulo Braz asseguram que está tudo pronto para o baile e que a preparação e realização da festa exige, segundo Ricardo, a participação de cerca de 500 pessoas.

tereza-cunha-ricardo-leitão-joesenildo-tenório

A porta estandarte Tereza Cunha e o porta estandarte Ricardo Leitão (Fotos: Josenildo Tenório)

A animação começa com Almir Rouche e a sua convidada, a agora também cantora Fabiana Karla. Também são atrações do baile China, Moraes e Dayse, da Banda Asas da América, Maestro Forró e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério e além de Preto Velho e Mulatas. A decoração do Clube é da diretora de arte Leiloca e do publicitário Wagner Nogueira, a partir de criação da musa Joana Gatis. Serviço: Camarotes estão esgotados, As Mesas são pelo DiskSiri (81-3427-1351). Os ingressos custam R$ 100,00 inteira e R$ 50,00 meia entrada nas lojas VR.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.