Fernando Machado

Blog

O que restou da Usina José Rufino

O usineiro José Rufino (Foto: Divulgação)

O advogado José Rufino Bezerra Cavalcanti que nasceu em Vitória de Santo Antão em 16 de agosto de 1865, e morreu no Recife em 27 de março de 1922, foi ministro da Agricultura do Brasil entre 1915/1917 no Governo de Venceslau Brás, e governador de Pernambuco entre 1919/1923, morava na Usina José Rufino, no Cabo de Santo Agostinho. A casa-grande construída em 1912, era em estilo art nouveau, era tombada foi posta a abaixo. Esta mesma casa, foi sede do governo, por mais de um ano.

Ricardo Bandeira de Melo observando as ruínas do patrimônio (Fotos: Acervo RBM)

Pois o seu tataraneto Ricardo Bandeira de Melo teve a curiosidade de visitar casarão semana passada, tomou um susto, pois está em ruínas. Da igreja sobrou apenas a sua frente. Ricardo protolocou um pedido à Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, à Secretaria de Cultura do Estado, ao IPHAN, a FUNDAJ e a FUNDARPE, para que medidas sejam tomadas para a preservação do que restou do patrimônio histórico. José Rufino era casado com Hercília Pereira de Araujo e tiveram 11 filhos. Sua filha Hercília (Cilu) casou com Alfredo Bandeira de Melo.

O que restou do casarão de José Rufino (Foto: Ricardo Bandeira de Melo)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.