Fernando Machado

Blog

Noticias de Sergipe

Em Sergipe, existem 15 comunidades remanescentes de quilombolas já reconhecidas pela Fundação Cultural Palmares. Essas comunidades, que historicamente eram excluídas das políticas públicas, têm agora seus direitos sociais e culturais reconhecidos e valorizados pelo governo estadual.

Por meio da Empresa de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe, à frente Manoel Hora, a gestão estadual investiu R$ 1.392.016,58 na realização de 18 projetos comunitários em 10 das 15 comunidades quilombolas já reconhecidas, beneficiando 853 famílias. Os recursos são do Projeto Prosperar, do Governo de Sergipe junto ao Banco Mundial.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.