Fernando Machado

Blog

Notícias da Alemanha

Perante o Conselho de Direitos Humanos da ONU, Guido Westerwelle, Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, pronunciou-se por mais liberdade religiosa. Críticas significativas estiveram direcionadas às violações maciças dos direitos humanos no Irã. De acordo com Westerwelle, “o Conselho não deve ignorar a repressão sangrenta de manifestações e a violação insuportável de direitos humanos fundamentais”.

Westerwelle chamou de uma “afronta” o Irã rejeitar normas internacionais de direitos humanos e ainda assim pleitear uma cadeira no Conselho. Na ocasião, o Ministro alemão também pediu a todos para aproveitar a oportunidade de discutir e revisar, no próximo ano, o Conselho de Direitos Humanos da ONU. Quem nos informa é o Adido de Imprensa do Consulado Geral da Alemanha, Martin Mahn.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.