Fernando Machado

Blog

Nos Bastidores da Política

“O Brasil se compromete a continuar promovendo o acesso equitativo a vacinas, além de aumentar o acesso a diagnósticos e tratamento por meio de incentivos à produção local”. Foi com essa mensagem que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, finalizou o seu pronunciamento durante a 2ª Cúpula Global de Covid-19, organizada pelos Estados Unidos quinta-feira. Na sua participação, que aconteceu por vídeo, Queiroga apresentou a estratégia adotada pelo Governo Federal no enfrentamento à Covid-19 e ressaltou o fortalecimento do Sistema Único de Saúde com o investimento de mais de U$ 100 bilhões destinados ao financiamento regular da saúde, desde 2020, além dos mais de U$ 20 bilhões em recursos extraordinários ao combate à Covid-19.

O Ministro Marcelo Queiroga (Foto: Igor Evangelista)

O ministro Queiroga chamou atenção também para o fato de o Brasil estar contribuindo para os esforços internacionais para alcançar a meta de que 70% da população de todos os países do mundo esteja vacinada até a metade deste ano. Lembrou que o Brasil já realizou doações de 5,6 milhões de doses de vacinas e reafirmou o compromisso do Brasil em doar até 86,7 milhões de dólares à COVAX AMC. O pronunciamento aconteceu durante a Sessão 3 da Cúpula, intitulada Expandindo o acesso a testes e tratamentos. Em sua fala, ele destacou, ainda, que o país realiza a maior Campanha de Vacinação de sua história. Até o momento, mais de 490 milhões de doses de vacinas foram distribuídas e mais de 77% da população brasileira encontra-se com o esquema vacinal primário completo.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.