Fernando Machado

Blog

Nos bastidores da política

A análise trimestral da conjuntura econômica brasileira, divulgada  quinta pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, aponta recuperação da atividade econômica. Os pesquisadores revisaram a previsão de queda de 6% para 5% no PIB deste ano, em razão do bom desempenho, melhor do que esperado para o terceiro trimestre. As estimativas para agosto são de crescimento da produção industrial (+6,1% em relação a julho), serviços (+7,6%), vendas no varejo ampliado (+7,5%) e vendas no varejo restrito (+5,6%). Para 2021, foi mantida a projeção de crescimento de 3,6% do PIB. A intensidade da recuperação depende da evolução da pandemia de Covid-19.

O impacto fiscal das medidas de combate aos efeitos da pandemia da Covid-19 deve atingir R$ 607,2 bilhões em 2020, sendo R$ 20,6 bilhões relativos a reduções de receita e R$ 586,6 bilhões a aumentos de despesa. Mais da metade desse valor (R$ 321,8 bilhões) é relativo ao pagamento do Auxílio Emergencial. Os dados foram apresentados pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, durante audiência da Comissão Mista do Congresso Nacional destinada a acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à Covid-19.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.